Menu
sexta, 25 de setembro de 2020
Polícia

Eletricista é preso por degolar homem que também namorava sua mulher

Autor foi condenado a 11 anos e oito meses de prisão, seis anos após o crime, e demonstrou frieza ao assumir a morte

05 fevereiro 2019 - 15h26Por Amanda Amaral e Nathalia Pelzl
Eletricista é preso por degolar homem que também namorava sua mulher

O eletricista Valdir da Silva Queiroz foi preso por assassinato cometido há seis anos, por ciúmes de um homem que também mantinha relacionamento com sua mulher na época. O autor foi encontrado em uma oficina na rua Agenda, bairro Colibri, em Campo Grande, e deve cumprir 11 anos e oito meses de prisão em regime fechado.

Ele foi condenado por matar o também eletricista José Carlos da Silva, 47 anos, no dia 25 de agosto de 2013. Encontrado no local por volta das 10h desta terça-feira (5), demonstrou frieza aos policiais, sem aparente arrependimento pelo que fez.

A vítima estava na companhia da mulher, que namoraria ambos, na rua Engenheiro Paulo Frontim. Valdir, que não concordava com a relação tripla, abordou o casal no local e atirou com arma de fogo contra José e ainda o degolou com uma faca. A mulher teria fugido correndo e não se feriu.

Na época, o autor chegou a ser preso, mas contratou advogado e conseguiu responder ao processo em liberdade. A condenação saiu recentemente e a nova prisão foi efetuada por agentes do Setor de Investigações Gerais do Departamento de Polícia da Capital (Sig) da 5ª DP.

Leia Também

Relator da PEC da 2ª instância, Fábio Trad lamenta: 'não há articulação para aprovar o texto'
Política
Relator da PEC da 2ª instância, Fábio Trad lamenta: 'não há articulação para aprovar o texto'
Obstetra envolvida em morte de Sheyza dá caminhão como fiança e fica solta
Interior
Obstetra envolvida em morte de Sheyza dá caminhão como fiança e fica solta
Baleado na mão e no tórax, vítima do falso frete segue estável em UPA
Cidade Morena
Baleado na mão e no tórax, vítima do falso frete segue estável em UPA
Usuário de drogas é morto com tiro no pescoço no Itamaracá
Polícia
Usuário de drogas é morto com tiro no pescoço no Itamaracá