Menu
domingo, 24 de janeiro de 2021
Covid 18/01 a 24/01
Polícia

Espancado por causa de boatos de 'estuprador', homem morre no hospital

Prefeitura tentava internação compulsória da vítima

01 dezembro 2020 - 10h50Por Diana Christie

Espancado em praça pública de Anaurilândia, Sidney Alves dos Santos, 38 anos, morreu no hospital. As informações são do Nova News.

Morador da Vila Quebracho, Sidney estava na Praça Deocleciano Paes, localizada em frente à Paróquia São João Batista, quando foi agredido por várias pessoas na madrugada de sexta-feira (27).

Em estado grave, Sidney foi levado para o Hospital Sagrado Coração de Jesus e depois transferido para uma unidade hospitalar em Dourados, onde morreu neste domingo (29).

Boatos de que a vítima teria algum tipo de transtorno que, em tese, poderia colocar em risco a segurança da população teriam motivado a agressão.

Em umas das postagens, uma mulher afirmou que ele andava armado com uma faca e que tinha o costume de importunar mulheres, crianças, idosos e pessoas indefesas.

Rapidamente as conversas nos grupos foram ganhando peso. Uma foto da vítima foi postada nos grupos e alguns já teriam começado a atribuir ao homem o título de estuprador.

Outro participante de um grupo disse que, como as autoridades não tomaram providências “a população daria um jeito nele”. “O que é dele tá guardado”, disse outra pessoa.

Ele foi encontrado e morto por um grupo. Até o momento, apenas uma pessoa teria sido detida.

Internação compulsória

A Prefeitura de Anaurilândia monitorava o caso e, na última semana, havia solicitado ao Poder Judiciário a internação compulsória de Sidney Alves dos Santos. No entanto, ele foi assassinado antes de qualquer decisão judicial.

O caso está em investigação