(67) 99826-0686
Origem - entregas

Guarda Municipal confirma prisão de mais dois agentes envolvidos com arsenal em Campo Grande

Primeiro servidor foi preso na noite do último domingo

23 MAI 2019
Thiago de Souza
19h34min
Foto: Guarda mantinha arsenal em casa no Monte Líbano

Em nota oficial, na noite desta quinta-feira (23), a Guarda Civil Municipal informou que mais dois agentes da corporação foram presos pelo Garras, na noite desta quarta-feira (22), em investigação que apura achado de um verdadeiro arsenal, em uma casa no Monte Líbano, em Campo Grande.

Conforme o documento, distribuído na noite desta quinta-feira (23), a identidade dos outros dois servidores não foi divulgada, mas que eles foram presos pela Delegacia Especializada de Repressão a Roubos, Assaltos e Sequestros, o Garras, por obstrução de justiça.

Na noite do dia 19 de maio, um domingo, o servidor Marcelo Rios foi preso em flagrante de posse de fuzis, carabinas e farta munição, em uma casa no Monte Líbano. Portanto, são três GCMs envolvidos no crime.

O Comando da Guarda destacou que os três serão afastados preventivamente e - diante da gravidade dos fatos - será aberto procedimento administrativo. As informações já foram enviadas para a corregedoria da Secretaria Especial de Segurança e Defesa Pessoal, a Sesdes, para apuração.

As informações sobre o envolvimento desses servidores na organização criminosa serão enviadas também às corregedorias das polícias civil e militar, já que agentes dessas corporações também podem estar envolvidos no crime.

O achado

As armas foram encontradas após operação do Garras com apoio do Batalhão de Choque da PM, na rua José Luiz Pereira. O arsenal continha dois fuzis AK-47 calibre .76; espingarda calibre .12 e calibre .22, quatro fuzis calibre 556, além de munições de diversos calibres.

 

 

 

Veja também