TCE MAIO
(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Homem é preso por estuprar enteada de 5 anos e filho de 3; mãe protege suspeito

Criança de dez meses também pode estar entre as vítimas do suspeito

4 NOV 2016
Anna Gomes
12h46min
Delegado diz que as crianças confirmaram os abusos. Foto: Geovanni Gomes

Um homem de 29 anos foi preso após estuprar a enteada de cinco anos e o próprio filho de três anos. Além disso, a polícia não descarta a possibilidade do suspeito também ter abusado de outra criança, de apenas dez meses. A prisão aconteceu na manhã desta sexta-feira (4), no Parque do Lageado, em Campo Grande.

De acordo com o delegado Paulo Sérgio Lauretto, da DPCA (Delegacia de Proteção a Criança e ao Adolescente), a mãe das crianças afirma que os filhos relataram os abusos, mas ela continua casada com o suspeito e não acredita no que as vítimas dizem.

Ainda conforme o delegado, em novembro do ano passado, a menina começou a sentir dores na região pélvica, a mãe levou a criança à uma UPA (Unidade de Pronto Atendimento), onde o médico do local avisou a mulher que a filha poderia ter sido estuprada.

O Conselho Tutelar foi avisado, mas a mulher desapareceu da UPA. A mãe foi intimada a comparecer na delegacia diversas vezes, mas nunca ia. Depois de muita insistência, em setembro deste ano, a mulher procurou a delegacia dizendo que desapareceu da unidade de saúde porque ficou 'desesperada' com a suspeita do médico.

Na delegacia, a princípio, a mãe negou ainda estar casada com o suspeito, mas a criança disse que era mentira da mulher e que seu padrasto ainda morava sim na mesma residência, fato este que foi confirmado pela mãe logo em seguida.

Após os relatos da menina, o Conselho Tutelar a retirou da casa onde ela sofria os abusos, mas com o suspeito, a mulher ainda possui mais dois filhos, sendo um menino de três anos e outra menina de dez meses.

Quando a menina de cinco anos foi retirada da residência e encaminhada para um abrigo, o suspeito passou a abusar sexualmente do próprio filho, o menino de apenas três anos, que revelou à polícia que seu pai colocava o pênis em sua boca.

Ainda  de acordo com o delegado, a polícia não descarta a possibilidade de que o suspeito também tenha abusado da filha de dez meses. "Ela não tem como falar, mas nada impede que ele tenha abusado dessas duas crianças", disse Lauretto.

Mesmo após os relatos dos dois filhos, a mãe continua acreditando no suspeito, que nega ter cometido qualquer crime. A mulher já foi interrogada, já o suposto autor que está preso, presta depoimento no começo desta tarde.

O homem vai responder por estupro de vulnerável e, conforme a polícia, a mãe das crianças também tem grandes chances de ser indiciada. 

Veja também