Menu
domingo, 26 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Polícia

Ex-PM que furtou cadáver é preso embriagado no centro de Campo Grande

A defesa do suspeito alega esquizofrenia

18 fevereiro 2019 - 11h14Por Anna Gomes

José Gomes Rodrigues, 57 anos, que confessou ter furtado o cadáver da ex- mulher em Dois Irmãos do Buriti, no dia 12 deste mês, foi detido pela polícia após ser flagrado dirigindo embriagado, sem documentos e com um carro sem placas. O flagrante aconteceu na noite deste domingo (17), no Bairro Amambaí, no centro de Campo Grande.

De acordo com a Polícia Municipal, o suspeito, que é ex- policial militar, foi flagrado descendo de um carro com uma lata de cerveja na mão. Ao ser abordado, ele não tinha documentos e o carro, um Ford Focus estava sem placas.

Durante a abordagem, José relatou ser Oficial da Polícia Militar aposentado, mas também não apresentou nenhuma documentação que comprovasse a afirmação.

Uma equipe da Polícia Militar foi acionada e realizou o teste do bafômetro que confirmou a suspeita dos servidores. Ele foi preso em flagrante e encaminhado para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

A equipe de reportagem do TopMídiaNews encontrou em contato com o Fórum de Campo Grande e foi informada que José deve passar por uma audiência de custódia nesta terça-feira (19).

Estava previsto para José se apresentar pessoalmente amanhã, mas como ele foi flagrado dirigindo bêbado, acabou sendo detido antes. De acordo com o advogado José Rosa, seu cliente é esquizofrênico.

A delegada Nelly Macedo responsável pelo caso, não chegou a pedir a prisão preventiva. O rapaz foi diagnosticado com esquizofrenia e, portanto seria inimputável, vez que estando em surto não poderia responder pelos próprios atos.

Relacionamento conturbado

Um relacionamento de idas e vindas, Rosieli e José estavam separados. No dia da morte da vítima, José estava preso por ameaçá-la.  A retirada do corpo do cemitério foi feito por José e pelo primo, após o consumo de bebidas alcoólicas e remédios.

Roseli foi assassinada a facadas em um bar por um homem identificado como Adailton Couto. O crime aconteceu no dia 10 deste mês. Ela foi velada no dia seguinte e seu corpo foi furtado um dia após o enterro.