TCE SETEMBRO
Menu
sexta, 24 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Polícia

Idoso atira na ex, se arrepende e comete suicídio em Campo Grande

Filhos estão muito abalados: 'ele era uma pessoa tranquila'

18 janeiro 2019 - 16h57Por Diana Christie e Nathália Pelzl

Wilson de Arruda, 60 anos, cometeu suicídio, na tarde desta sexta-feira (18), após atirar contra a ex-mulher em Campo Grande. Ele foi encontrado na região conhecida como Inferninho, em Campo Grande.

Segundo informações da filha de Wilson, Silvana Gonçalves de Arruda, 32 anos, o pai havia ido até a casa da mulher, que estava separado há cerca de três meses, após uma postagem em rede social de que ela estaria em um novo relacionamento.

No local, Wilson brigou com a ex e atirou. "Ele não aceitava a separação, eles discutiram e ele perdeu a cabeça, deu um tiro nela, no rosto, que pegou de raspão. Depois ele veio pra cá", conta abalada.

Silvana revela que a mulher foi socorrida e encaminhada para uma unidade de saúde para receber os atendimentos necessários. A vítima do tiro, que mora na Rua Santa Rosa, Vila Dedé, no bairro Santa Luzia, estava com a pressão alta.

Sinais

O filho do idoso, Joílson Gonçalves de Arruda, 36 anos, alegou que o pai estava estranho desde ontem, e que talvez estivesse premeditado algo.

Segundo ele, ninguém sabe como Wilson conseguiu a arma. Ele diz que o pai ouviu alguém chegando à residência da ex-mulher e saiu correndo após o disparo.

A filha se lembra do pai com o uma pessoa calma, tranquila, e que nunca havia brigado com ninguém.

"Uma pessoa de bom coração, que a gente saiba nunca havia brigado com ninguém", ressalta.

Wilson tinha 4 filhos. A equipe da polícia militar esteve no local da morte e bombeiros fizeram o resgate do corpo. No carro dele, foram encontrados vários remédios.