Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Polícia

Integrantes do PCC são condenados a mais de 40 anos de cadeia

Trio executou no tribunal do crime um homem que matou a sobrinha de um dos integrantes da facção; a 'sentença' seria cometer suicídio ingerindo “gatorade”

07 junho 2019 - 14h11Por Da redação/JP News

Após mais de 12h de julgamento e 24h de espera, saiu à sentença dos três primeiros integrantes do PCC acusados de "julgar" e executar José Leandro Carvalho de Jesus, em 2015, que estava preso por ser um dos autores da morte de Maísa Martins, de 12 anos, sobrinha de um dos integrantes da facção.

Inicialmente sentaram no banco dos réus Arison Rodrigo Moreira, Fabrício Cássio Vitória da Silva e Igor de Souza Alves, todos acusados da morte de José Leandro. O três foram condenados a mais de 40 anos de prisão em regime inicialmente fechado. A sentença foi publicada na tarde desta quinta-feira (6) por volta das 17h.

O mandante

Para a justiça o mandante do crime seria Fernando Barrinha Antonácio, que supostamente montou “tribunal do crime” para julgar e executar José Leandro Carvalho de Jesus, que juntamente com um adolescente de 16 anos haviam participado de uma tentativa de roubo que terminou com a morte da sobrinha de Fernando.

O caso

Conforme o processo, Fernando teria sido autorizado por outros criminosos a montar julgamento por videoconferência de José Leandro. Participaram do julgamento criminosos de dentro e de fora do presídio De acordo com os autos da denúncia do Ministério Público Estadual de Mato Grosso do Sul, José Leandro teria sido atraído a uma cela e recebido o comunicado da decisão do tribunal do crime, sendo obrigado a cometer suicídio ingerindo um coquetel apelidado pelos presos de “gatorade”, mistura composta por cocaína e bebidas alcoólicas e que leva a morte por overdose. Como Leandro não teria morrido com a bebida os detentos então asfixiaram a vitima até a morte.

Próximos julgamentos

Além de Fernando, Arison, Ygor e Euclides também vão a julgamento Éverton Rodrigues de Queiroz, Fabrício Cássio Vitória da Silva, Maicron Selmo dos Santos, Matheus Alves de Melo e Paulo César Pereira de Paula. Todos estão presos e respondem por vários crimes.

Leia Também

Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja
Política
Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja
Vídeo: tentando imitar cena de filme, jovem pula em cima de automóveis, cai e quebra a perna
Geral
Vídeo: tentando imitar cena de filme, jovem pula em cima de automóveis, cai e quebra a perna
Filho morre  de covid-19 oito horas após a mãe em Santa Catarina
CORONAVÍRUS
Filho morre de covid-19 oito horas após a mãe em Santa Catarina