PREFEITURA DE MARACAJU ABRIL DE 2024
PREFEITURA DE MARACAJU ABRIL DE 2024 2
A+ A-

terça, 23 de abril de 2024

terça, 23 de abril de 2024

Link WhatsApp

Entre em nosso grupo

2

Polícia

há 2 meses

A+ A-

Justiça decreta prisão preventiva de marido que matou esposa a facadas no Indubrasil

Joelma foi morta com 9 facadas na frente dos filhos na quarta-feira (21)

A justiça decretou a prisão preventiva de Leonardo Lima, 38 anos, autor do feminicídio de Joelma André da Silva, 33 anos, assassinada a facadas na frente dos filhos, na quarta-feira (21), no Indubrasil, em Campo Grande.

A conversão da prisão em flagrante para a prisão preventiva aconteceu durante audiência de custódia, nesta sexta-feira (23).

Leonardo deve ficar preso pelos próximos 90 dias. Segundo o advogado de defesa do autor, a prisão foi convertida em preventiva por conveniência de instrução criminal.

Segundo o juiz, os fatos devem ser melhor esclarecidos.

"Agora nós vamos ter acesso aos autos e manejar um pedido de liberdade provisória, para que ele responda pelo crime em liberdade", diz Rodrigo Correa do Couto, advogado de defesa.

Leonardo matou Joelma com 5 facadas nas costas, 3 no rosto e uma cravada no peito.

A discussão que terminou com o primeiro feminicídio do ano na Capital, começou ainda na noite de terça-feira (19), quando Joelma bebia com o Leonardo Lima, 38 anos e amigos do marido. 

A briga começou por conta de ciúmes de Leonardo e a suspeita de que a vítima estivesse em um outro relacionamento.

Segundo depoimento da filha mais velha, ela presenciou o início da briga e em uma das discussões tentou separar a mãe e o padrasto, mas foi empurrada por ele e levou um tapa.

"Ele a empurrou, deu um tapa no rosto e a colocou para dormir para fora da casa e ela [a filha] foi dormir em um quarto na frente da casa", detalha a delegada, durante a coletiva sobre o caso.

A adolescente acordou com a irmã de 13 anos chamando e dizendo que a mãe estava morta.

De acordo com a filha, o casal estava junto, mas a mãe já tinha demonstrado interesse em terminar.

"A filha ainda disse que durante a discussão viu Leonardo pressionar Joelma perguntando se ela largaria ele e a vítima negando, logo em seguida ele sai e a mãe fala para a filha 'ele vai voltar e vai me matar porque ele não está aceitando que a gente não fique mais juntos", conta Analu.

O autor confessou o crime e disse que matou a companheira por suspeitar de outro relacionamento e achar inadmissível ela se relacionar com outra pessoa.

Loading

Carregando Comentários...

Veja também

Ver Mais notícias
GOVERNO MS DENGUE ABRIL 2024