Menu
domingo, 22 de maio de 2022 Campo Grande/MS
ASSEMBLEIA MAIO DE 2022
Polícia

Justiça ouve testemunhas de acusação contra PM envolvido na 'Máfia dos Cigarreiros'

Segundo sargento da Polícia Militar Ricardo Campo Figueiredo está preso

05 junho 2018 - 16h42Por Kerolyn Araújo

Três testemunhas de acusação do caso do segundo sargento da Polícia Militar, Ricardo Campo Figueiredo, suspeito de integrar a 'Máfia dos Cigarreiros', foram ouvidas na tarde desta terça-feira (5), pelo juiz Alexandre Antunes da Silva, no Fórum de Campo Grande. 

Segundo informações apuradas pelo TopMídiaNews, foram ouvidos nesta tarde o Promotor de Justiça Fernando Martins Zaupa, uma delegada civil e uma terceira pessoa que não foi identificada.

A audiência durou aproximadamente uma hora e foi acompanhada por promotores do Gaeco (Grupo de Atuação Especial de Repressão ao Crime Organizado), além de um grupo de cinco policiais militares que integram a junta militar. O irmão de Ricardo também esteve presente no local acompanhando os advogados de defesa do sargento.

O caso

Ricardo foi um dos militares preso na Operação Oiketikus, que investiga o envolvimento de policiais no contrabando de cigarros. Ele teve um habeas corpus concedido no dia 19 de maio, porém a decisão foi revogada pelo Tribunal de Justiça. 

O segundo sargento segue preso no Presídio Militar da cidade.