Menu
quarta, 21 de outubro de 2020
Polícia

Ladrão é morto e oito são presos após roubarem carga e trocarem tiros com a polícia

Quatro homens estavam com celulares, armas e coletes à prova de balas

23 janeiro 2019 - 08h31Por Da redação / Gaúcha ZH

Os ladrões que atacaram um depósito e levaram carga de celulares tiveram o crime frustrado menos de oito horas depois, na Região Metropolitana de Porto Alegre. Oito criminosos que renderam funcionários e levaram caixas de smartphones na madrugada desta terça-feira (22), em Cachoeirinha, foram presos pela polícia por volta das 13h30min. Um criminoso que, segundo a polícia, participou do assalto, foi morto em confronto.

O crime aconteceu durante a madrugada, quando ladrões atacaram um depósito da rede Via Varejo, que abastece as lojas Ponto Frio e Casas Bahia, no Distrito Industrial de Cachoeirinha.  Uma quantidade não divulgada de celulares e outros produtos foi levada pelo grupo.  

Os criminosos estavam em um sítio, em Gravataí. Eles estavam com parte da carga de telefones, além de armas e coletes à prova de balas, segundo o delegado Alexandre Fleck, da Delegacia de Roubo e Furto de Cargas do Departamento de Investigações Criminais (Deic).

Em uma primeira abordagem no sítio, em Gravataí, cinco criminosos foram presos. Os outros tentaram escapar pela RS-030. Durante a fuga, um dos ladrões abordou e rendeu um motorista para roubar um veículo. Os policiais continuaram a perseguição e atiraram contra o carro. Ele foi morto nas proximidades da parada 114. Outros três foram capturados. 

O diretor do Departamento de Investigações Criminais (Deic), delegado Sander Cajal confirmou que os detidos confessaram participação no roubo. A divisão de Roubo e Furto de Veículos do Deic está no sítio onde eles foram localizados, em Gravataí. Segundo Cajal, há vários veículos com smartphones dentro. A intenção do grupo era esconder esses celulares para "esfriá-los"— jargão utilizado pelos ladrões para guardar os pertences roubados e vendê-los após algum tempo. Ainda segundo Cajal, ao menos dois bandidos seguem foragidos. Buscas são feitas na região.

O crime

Conforme a Brigada Militar, a quadrilha entrou no depósito por uma cerca, que foi cortada. Os seguranças foram surpreendidos pelos bandidos armados e acabaram rendidos. Depois, os assaltantes ordenaram a abertura da portaria para a entrada de ao menos quatro carros.

 Já dentro do depósito, pelo menos oito funcionários foram obrigados a auxiliar a quadrilha a carregar os veículos com smartphones e outros produtos. Após encher os carros, os bandidos amarraram as vítimas e fugiram do local pela Avenida Frederico Ritter, em direção à RS-118. Na fuga, espalharam miguelitos (pregos retorcidos) pela via.

A BM só foi avisada por volta das 5h45min, quando os funcionários conseguiram ligar para o 190. Duas viaturas foram enviadas à empresa e acabaram tendo os pneus furados pelos miguelitos.

Confira nota enviada pela empresa alvo dos criminosos:

A companhia confirma um assalto ao Centro de Distribuição, localizado em Cachoeirinha (RS), na madrugada desta terça-feira, 22. Durante a ação, nenhum colaborador se feriu.

A empresa informa ainda que o CD funciona normalmente e que vem colaborando com as investigações policiais.

Leia Também

CNJ mantém Tânia Borges afastada do cargo, mas desembargadora mantém salário
Cidade Morena
CNJ mantém Tânia Borges afastada do cargo, mas desembargadora mantém salário
Obesidade mais que dobrou nos últimos 16 anos em jovens acima dos 20 anos
Saúde
Obesidade mais que dobrou nos últimos 16 anos em jovens acima dos 20 anos
Chuva chega tímida e refresca tarde na Vila Glória
Cidade Morena
Chuva chega tímida e refresca tarde na Vila Glória
Papa Francisco defende leis para união civil entre casais do mesmo sexo
Geral
Papa Francisco defende leis para união civil entre casais do mesmo sexo