Menu
Busca domingo, 08 de dezembro de 2019
Polícia

Ladrões rendem funcionária de posto de combustível, roubam malotes e queimam carro

Até o momento a dupla não foi localizada

09 abril 2019 - 14h10Por Da redação/JP News

Dois ladrões armados renderam uma funcionária de um posto de combustível, na noite desta segunda-feira (8), e levaram certa quantia em dinheiro e cheques, que estavam distribuídos em malotes. O estabelecimento fica na rodovia Marechal Rondon, em Castilho (SP), logo após a ponte sobre o rio Paraná, na divisa de Mato Grosso do Sul e São Paulo.

A funcionária já estava dentro do automóvel quando foi abordada pelos assaltantes. De acordo com a Polícia Militar, o valor roubado não foi informado pelo proprietário do posto de combustível. A vítima nada sofreu e ficou no pátio do posto.

Após a ação criminosa, os suspeitos seguiram pela BR-158 em direção ao Distrito de Arapuá. Eles chegaram a ser abordados por uma equipe da Polícia Rodoviária Federal (PRF) e disseram que seguiam para uma fazenda. Diante das informações recebidas pela PRF, os policiais militares foram para a região informada.

Por meio de uma denúncia anônima, a PM soube de que havia um veículo em chamas em uma estrada vicinal, próximo a um assentamento. Foi constatado de que se tratava do veículo roubado. O caso foi encaminhado para a Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) e a PM realiza buscas pelos ladrões.

Leia Também

Creches municipais oferecem 6,5 mil vagas para 2020 em Campo Grande
Cidade Morena
Creches municipais oferecem 6,5 mil vagas para 2020 em Campo Grande
Cidade Morena
Protesto de 'patriotas' pela prisão pós 2ª instância reúne pouco mais de 100 pessoas na Afonso Pena
Manifestantes querem que a medida seja aprovada ainda em 2019
Política
Será? Deputado-pastor quer fim de motéis em áreas urbanas por 'ferir princípios da moral'
Parlamentar é conhecido por propor legislações conservadoras
Artista come banana vendida como obra de arte por 120 mil dólares que estava exposta em feira
Geral
Artista come banana vendida como obra de arte por 120 mil dólares que estava exposta em feira