Menu
domingo, 20 de setembro de 2020
Polícia

Moradores se revoltam após duplo homicídio e colocam fogo em casa de suspeitos

A população relata que as vítimas eram pessoas queridas, de boa índole

11 fevereiro 2019 - 12h41Por Dany Nascimento e Anna Gomes

Revoltados após assassinato de pai e filho, moradores do bairro Portal Caiobá, em Campo Grande, atearam fogo contra a casa dos suspeitos de terem assassinado Carlos Mendes Figueiredo, 52 anos, e Bruno Pierre Figueiredo, 22 anos, na noite de ontem (10), na Rua Luiz Filinto da Silva. Agentes da Polícia Civil que realizam rondas em busca dos suspeitos confirmam que houve incêndio na residência, mas não informaram quem seria o autor.

Horas depois do duplo homicídio, conhecidos das vítimas teriam ateado fogo na casa de dois, dos quatro suspeitos de cometer o crime. Todos os móveis ficaram completamente destruídos. No local, residia um homem de 61 anos e outro de 55 anos. Eles, com a ajuda de outros dois homens, são suspeitos de executar Carlos e Bruno após uma briga, já que pai e filho colocaram fogo no lixo de um terreno baldio que pertencia a família.

Amigos das vítimas há mais de 15 anos, um homem de 42 anos, que prefere não se identificar por não conhecer os suspeitos, disse que Carlos era dono de uma oficina de motos na região. “Ele era gente boa, deixou filhos, uma neta”.    


Os moradores reclamam que o bairro ficou muito perigoso e temem até caminhar pelas ruas. Uma mulher de 33 anos diz que tem medo do matagal que toma conta dos terrenos abandonados no Portal Caiobá. “Eu tenho medo de sair à noite e ser vítima de estupro, as ruas são escuras, tem muito matagal”.  

Leia Também

Força-tarefa em MS intensifica ações e controla focos de calor no Pantanal
Cidades
Força-tarefa em MS intensifica ações e controla focos de calor no Pantanal
Infectados com covid-19 que saírem de casa vã pagar até R$ 70 mil de multa
Geral
Infectados com covid-19 que saírem de casa vã pagar até R$ 70 mil de multa
Após casal gay andar de mãos dadas, vizinho envia bilhete: “Local de família”
Polícia
Após casal gay andar de mãos dadas, vizinho envia bilhete: “Local de família”
STF discute situação do meio ambiente nesta segunda-feira
Geral
STF discute situação do meio ambiente nesta segunda-feira