TCE Novembro
Menu
domingo, 05 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Polícia

Presídios de MS abrigam dobro da capacidade; maioria dos presos é negra e sem estudos

Do ano de 2014 ao de 2016, MS teve um aumento de 36,5% da população carcerária

12 setembro 2018 - 13h10Por Anna Gomes

Mato Grosso do Sul está abrigando o dobro de detentos em relação à capacidade dos presídios do Estado. Conforme o levantamento do Anuário Brasileiro de Segurança Pública, são 2,4 detentos para cada vaga. Do ano de 2014 ao de 2016, MS teve um aumento de 36,5% da população carcerária.

Hoje em dia existe um encarceramento massivo no Estado. Mato Grosso do Sul possui a segunda maior taxa de encarceramento, sendo 957, por cem mil habitantes em 2016. Grande parte dos detentos está condenada por infrações relacionadas às drogas e crimes patrimoniais em presídios superlotados, com alto déficit de vagas. 30% dos presos são provisórios.

O predomínio de negros (62%) no sistema prisional é alarmante. São jovens com idades entre 18 e 24 anos que não possuem sequer o ensino fundamental completo.

O Estado tem a décima maior população carcerária do Brasil, sendo 17.176 homens e 1.512 mulheres. Os gastos com a segurança pública também aumentou, conforme a pesquisa. Só no ano de 2017, 1,3 bilhão teria sido gasto neste setor. Um aumento de 15% entre os anos de 2014 e em relação ao ano passado.