Menu
domingo, 24 de outubro de 2021 Campo Grande/MS
Polícia

MS lidera índice com maior capacidade de esclarecer homicídios em todo país

Levantamento apontou que o estado sul-mato-grossense conta com 89% dos homicídios resolvidos, praticamente o dobro da média nacional que é 44%

13 outubro 2021 - 13h50Por Vinicius Costa

Mato Grosso do Sul é destaque nacional após um levantamento apontar que o estado é quem mais consegue esclarecer os crimes de homicídios com uma média de 89%. Esse número é muito superior, por exemplo, a média nacional que está na faixa dos 44%.

Os dados foram divulgados pelo Instituto Sou da Paz. A pesquisa levou em consideração o alto número de homicídios que aconteceram em 2018, quando foram registrados mais de 48 mil mortes, que tenham sido resolvidos com apresentação de denúncia no mesmo ano ou até o fim de 2019.

Segundo a pesquisa, o líder Mato Grosso do Sul com 89%, seguido por Santa Catarina com 83%, Distrito Federal com 81% e Rondônia com 74% de resolução. Só esses quatro Estados aparecem com alta eficácia de esclarecimento. Outros oito Estados são classificados como tendo média eficácia (entre 66% e 33% de esclarecimento), enquanto outros cinco estão abaixo de 33%, o que os coloca em posição de baixa eficácia.

Para o governador Reinaldo Azambuja, o percentual de elucidações traz ganhos para a polícia e também para a sociedade.

“Nós temos uma das melhores Polícias Civis do Brasil. Índice de 89% de elucidação é mais que o dobro da média nacional e isso mostra o bom trabalho, uma boa equipe, bons treinamentos, qualificação e estrutura que disponibilizamos à nossa Polícia Civil para esclarecer os homicídios”.

Motivo de orgulho, o percentual de elucidação é, segundo o Delegado-Geral da Polícia Civil, Adriano Garcia Geraldo, resultado de investimentos, integração entre as forças de segurança e formação e capacitação dos policiais.

“Resolver crimes, principalmente aqueles cometidos contra a vida, é uma questão cultural implementada em Mato Grosso do Sul, pois entendemos que o crime contra a vida é o maior que pode existir e que precisamos dar respostas à sociedade e às famílias das vítimas, com mais equipamentos, viaturas, prédios adequados e capacitação, os frutos são os resultados que vemos”, afirma Adriano.

Carlos Delano, delegado titular da DEH (Delegacia Especializada de Homicídios), explicou para o Portal do MS que o grande segredo das elucidações dos casos de homicídios em Mato Grosso do Sul estão no trabalho de análise de dados e vínculos, e de inteligência, que contribuem para o esclareciimento das mortes violentas.

“Existe um esforço da Polícia Civil de priorizar a apuração de crimes contra a vida e esses fatores contribuem para esse excelente resultado”, diz.

Conforme o secretário de Estado de Justiça e Segurança Pública, Antonio Carlos Videira, o resultado de 89% nos esclarecimentos dos homicídios está diretamente atrelado aos investimentos feitos nas forças de segurança pelo Governo do Estado, especialmente por meio do Programa MS Mais Seguro.

“Com o MS Mais seguro foram injetados mais de R$ 130 milhões na segurança pública, o que proporcionou a aquisição de novas viaturas, equipamentos, munições, contratações de quase 2.200 policiais, bombeiros e agentes penitenciários, implementação dos 11 núcleos de inteligência no interior, construções, reformas e adequações das unidades de segurança de todo o Estado”, enumera.