Menu
segunda, 20 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Polícia

Acusada de prender cachorro em caixa diz que animal vive solto no Tarumã

Ela afirma que prende Marrocos quando portão da casa é aberto e quando vai limpar o quintal

02 junho 2021 - 09h44Por Dany Nascimento

A mulher de 44 anos, presa acusada de deixar um cachorro preso dentro de uma caixa de madeira pequena, no bairro Tarumã, em Campo Grande, disse que só deixa o animal preso quando o portão da casa é aberto para entrada de veículos. 

Ela disse que o marido utiliza a casa como oficina mecânica. Durante a entrada de carro de clientes, o cachorro, sem raça, que atende pelo nome de Marrocos, fica preso. 

A dona destaca que, durante a noite, Marrocos dorme na varanda da casa, em uma caminha. Ela afirma que a oficina abriu mais cedo ontem (1°), por isso os policiais flagraram o animal preso na caixa, coberta por zinco.  

A caixa tem 1 metro de comprimento, por 78 centímetros de largura. A mulher afirma, ainda, que sabe quem foi a vizinha que fez a denúncia, já que a mesma já reclamou do animal, que passeia na rua. 

Ela afirma que o animal nunca mordeu ninguém e gosta de brincar. Segundo a dona, a família costuma passear com Marrocos na via pública, sem coleira, levando em consideração que ele é obediente. 

A proprietária do animal será ouvida nesta quarta-feira (2), durante audiência de custódia no Fórum de Campo Grande.