(67) 99826-0686

Mulher de 56 anos é executada por pistoleiros na fronteira

Os suspeitos desferiram vários disparos de pistola 9mm contra a vítima que morreu no local

17 NOV 2016
Anna Gomes
13h25min
Foto: Porã News

Margarita Beatriz Villalba, de 56 anos, foi executada a tiros por pistoleiros na manhã desta quinta-feira (17), quando transitava próximo a linha divisória entre a cidade paraguaia de Capitão Bado e Coronel Sapucaia, município distante aproximadamente 320 quilômetros de Campo Grande.

De acordo com o site Porã News, os pistoleiros, a bordo de uma motocicleta, surpreenderam Margarita e realizaram vários disparos de pistola 9mm contra a vítima, que morreu na hora.

Ainda conforme o site local, o violento homicídio aconteceu horas após uma dupla em uma moto executar duas pessoas em uma pastelaria. A situação deixa a população em pânico, já que a guerra do crime organizado pelo controle da região nos últimos dias tem causado várias vítimas ataques de pistoleiros.

Até o momento, agentes da Polícia Nacional do Paraguai, não possuem pistas sobre os autores das execuções.

Segundo informações locais, os supostos acertos de contas estariam na ordem do dia na região de fronteira, onde os integrantes do grupo criminoso Primeiro Comando da Capital e Comando Vermelho teriam se instalado, iniciado uma guerra pelo controle da região considerada a de maior produção de maconha, situada próxima a fronteira com o estado do Mato Grosso do Sul.

Veja também