Menu
sábado, 25 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Polícia

Nova pirâmide dá golpe de até 35 mil reais em sul-mato-grossenses

New Era era o sonho do enriquecimento fácil virou pesadelo no começo desta semana; donos já estão em Dubai

03 agosto 2021 - 07h00Por Vinícius Squinelo

New Era. Esse é o nome da empresa que seduziu diversos sul-mato-grossenses do começo do ano para cá. Prometendo lucros altos, com baixo investimento, e negando ser pirâmide financeira, o site, gerenciado por pessoas de São Paulo, deu golpe de até 35 mil reais. E mais: os responsáveis já estão fora do País, em Dubai.

O programa de lucro funcionava da seguinte maneira: o interessado investia de 200 a quase 40 mil reais e ganhava ‘tarefas’ conforme o valor investido. Por cada tarefa, recebia uma quantidade variável de reais. A promessa era sempre o retorno do investido em 22 dias. Depois, só lucro!

A empresa negava se tratar de pirâmide financeira, se colocando como ‘marketing multinível’, mas mantinha todo o conhecido esquema: o ‘investidor’ ganhava mais para cada pessoa que colocasse ‘abaixo de si’ e para cada tarefa realizada por eles.

Os saques dos ‘investimentos’ eram realizados apenas duas vezes por semana, em datas pré-estabelecidas conforme o seu ‘nível’ na pirâmide. A confusão começou semana passada, quando foi informado que os saques ocorreriam somente no sábado.

“Nos falaram que era pra um ajuste de sistema e tal, aí chegou sábado às 10h, ninguém conseguiu sacar, depois falaram que era às 12h o saque, mas também ninguém conseguiu”, afirmou um dos investidores, que colocou 1.200 reais no negócio.

Já na segunda-feira (1º) a surpresa: o site da empresa estava fora do ar, observe:

Em Ribas do Rio Pardo, interior de Mato Grosso do Sul, tem investidor desesperado por ter colocado 35 mil reais no negócio recentemente, e não ter expectativa de ver a cor do dinheiro. Nos grupos de WhatsApp, há quem defenda e há quem já junte provas para abrir processo alegando ter sido enganado.

E mais: os ‘coordenadores’ de SP estão offline no WhatsApp desde sábado, mas já no domingo ‘investidores’ descobriram o paradeiro: estão em Dubai, no Emirados Árabes.

A reportagem tentou contato com os coordenadores, porém sem sucesso até o momento.