(67) 99826-0686
Gov - Agosto Lilas 09 a 24/08

Polícia, garotas de programa... jogadores da Seleção teriam participado de festa privada

Gabriel Jesus e Miranda seriam os jogadores identificados por moradores na farra que aconteceu em um prédio de luxo de Brasília

7 JUN 2019
Da redação/Meia Hora
07h45min
Foto: Reprodução/Meia Hora

A seleção brasileira venceu o Catar na noite de quarta-feira por 2 a 0, no estádio Mané Garrincha, em Brasília, e, depois do triunfo no amistoso, alguns jogadores resolveram festejar pela capital federal. De acordo com o site "Metropoles", pelo menos dois atletas da seleção foram celebrar o resultado em uma festa privada - a balada aconteceu na cobertura do edifício Regent Residencial, no Setor Noroeste, um dos bairros nobres da cidade.

A diversão se estendeu pela madrugada desta quinta-feira e virou até caso de polícia . Incomodados com o barulho e a bagunça durante toda a noite, alguns vizinhos chamaram a Polícia Militar para acabar com a farra. Moradores e funcionários do edifíco disseram que os jogadores chegaram com os rostos cobertos para evitar serem reconhecidos, mas o atacante Gabriel Jesus e o zagueiro Miranda acabaram sendo identificados, segundo a reportagem.

Alguns moradores gravaram vídeos da bagunça e divulgaram nas redes sociais. Em um deles, um homem descreve a esbórnia: "O som muito alto está acordando toda a vizinhança. Toda hora chega um Uber com garota de programa. Polícia acabou de chegar também. Esses são nossos heróis".

A viatura da polícia chegou ao local por volta das 4h da manhã para encerrar a festa. A corporação admitiu que foi acionada para tratar uma ocorrência de perturbação da tranquilidade, subiu na cobertura onde estavam os atletas da seleção e ordenou que o DJ reduzisse o volume do som.

Veja também