Menu
domingo, 07 de março de 2021
Polícia

Por ser negro e estar sujo, hóspede é expulso de pousada da Capital

A vítima estava com a diária paga

02 fevereiro 2019 - 14h00Por Anna Gomes

Um hóspede teria sido expulso de uma pousada de Campo Grande por estar sujo e supostamente por ser negro. A diária da vítima já estava paga e mesmo assim, o dono do local, localizado na Vila Ipiranga resolveu mandar o rapaz embora.

De acordo com o boletim de ocorrência, uma testemunha contou que na tarde de ontem (1), estava trafegando na Avenida Fabio Zahran quando foi abordado pela vítima que disse estar na Capital em busca de trabalho e como não encontrou, gostaria de voltar para a sua cidade natal, mas não tinha condições financeiras.

A testemunha resolveu ajudar o rapaz pagando a passagem. Para o jovem tomar um banho, também pagou uma diária na pousada denunciada. O comunicante foi embora e retornou horas depois para levar a vítima até o terminal rodoviário.

No estabelecimento, a testemunha foi informada que a vítima tinha sido expulsa do estabelecimento pelo próprio dono do local. Inconformado, o comunicante ligou para proprietário da pousada e confirmou a expulsão do jovem.

Ainda conforme boletim de ocorrência o hóspede não seria usuário de drogas e foi retirado do estabelecimento enquanto estava no seu quarto já pago. A testemunha acredita que o rapaz tenha sido expulso por estar sujo e ser negro.

O caso foi registrado na Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Bairro Piratininga.