Menu
domingo, 26 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Polícia

Prêmio da dupla sena vira caso de polícia em cidade do MS

Grupo que comprou bolão alega que vendedor do bilhete não dividiu o dinheiro

26 fevereiro 2019 - 10h46Por Da redação/JP News

O prêmio de R$ 16 milhões foi sorteado no dia 5 deste mês. E cada apostador deveria receber de R$ 1,1 milhão. Entretanto, um dos bilhetes premiados não foi dividido entre os participantes do bolão. O proprietário da Casa Lotérica onde foi feita a aposta, Ênio Xavier, disse que uma das cotas do bolão que está dando o que falar foi comprada por um vendedor de loteria, que há anos vende os bolões prontos para moradores de Três Lagoas.

Esse vendedor, porém, segundo o grupo que comprou a aposta, não dividiu o dinheiro, pois teria alegado que a aposta vencedora foi feita e paga por ele sozinho. Segundo o dono da lotérica, essa é uma situação atípica, pois nunca tinha acontecido em seu estabelecimento. O grupo de moradores que diz ter direito registrou um boletim de ocorrência e entrou com uma ação na Justiça para tentar bloquear o dinheiro recebido na Caixa por esse vendedor de bilhete.

Ainda de acordo com o proprietário da lotérica, essa é uma situação difícil para ser resolvida. “Pelo que a gente percebeu foi feito um jogo na confiança. Essas pessoas jogavam há mais de dez anos com esse vendedor”, disse. A reportagem não conseguiu falar com o vendedor do bilhete. A informação é de que ele não estaria mais na cidade. As dezenas sorteadas foram: 4, 19, 21, 24, 36 e 37.