Menu
quarta, 30 de setembro de 2020
Polícia

Procurado pelo Gaeco é acusado de matar delegado e defesa já dizia: 'boi de piranha'

Paulo Magalhães foi assassinado perto da escola da filha

02 outubro 2019 - 07h00Por Nathalia Pelzl

Procurado pelo Gaeco como membro do núcleo que supostamente executava ordens de assassinato a pedido de Jamil Name, o guarda municipal José Moreira Freires já foi condenado por envolvimento no assassinato do delegado aposentado Paulo Magalhães, em junho de 2013.

Zezinho, como era conhecido, foi condenado na 2° Vara do Tribunal do Júri, no ano passado, a 18 anos de prisão pelo crime de homicídio qualificado com recurso que dificultou a defesa da vítima. Entretanto, ele conseguiu um habeas corpus e poderia recorrer da decisão em liberdade.

À época fazendo a defesa do acusado, o advogado Renê Siufi, que hoje também atende Jamil Name e Jamil Name Filho, chegou a declarar que uma ‘casinha’ tinha sido montada para José. “Eles estão querendo colocar a culpa no guarda, um boi de piranha”, disse.

Agora, Zezinho tem mais uma denúncia nas costas. Ele é procurado por integrar o grupo de Jamil Name, onde tinha a função de executor. Ou seja, era o responsável pelos assassinatos a mando dos líderes do grupo.

O caso

O delegado aposentado da Polícia Civil, Paulo Magalhães, foi assassinado no dia 25 de junho de 2013, perto da escola da filha, no bairro Jardim dos Estados, em Campo Grande. No local do crime, peritos encontraram quatro cápsulas de pistola nove milímetros, de uso permitido da polícia.

Gaeco

Além de José Moreira Freires, Juanil Miranda Lima também é procurado pelo Gaeco. Eles são apontados como membros do núcleo que executava as ordens de assassinato de Jamil Name. O mandado de prisão contra eles foi autorizado pela Justiça na sexta-feira (27).

Segundo a investigação, eles são suspeitos de executar ao menos quatro pessoas.

Leia Também

Ao contrário do esperado, fronteira teve apenas alguns pontos reabertos
Cidades
Ao contrário do esperado, fronteira teve apenas alguns pontos reabertos
Ministério da Agricultura vai investigar 'sementes misteriosas' vindas da China
Geral
Ministério da Agricultura vai investigar 'sementes misteriosas' vindas da China
Corrupção: vice toma posse após prefeito ser cassado pela Câmara de Bandeirantes
Política
Corrupção: vice toma posse após prefeito ser cassado pela Câmara de Bandeirantes
Com cachorro no colo, Bolsonaro sanciona pena maior para maus-tratos a animais
Geral
Com cachorro no colo, Bolsonaro sanciona pena maior para maus-tratos a animais