Menu
terça, 27 de julho de 2021
PMCG REFIS 16 A 29/07
Polícia

Professora baleada e abandonada morre em hospital de Campo Grande

Anderci foi ‘largada’ em instituição de Saúde de Campo Grande

21 março 2021 - 21h03Por Vinícius Squinelo

Professora de Dourados, Anderci da Silva, 44 anos, morreu no início da noite deste domingo (21). Ela é centro de uma história, no mínimo, misteriosa e foi abandonada no Hospital Cassems, em Campo Grande, no dia 23 de fevereiro.

Conforme informações de boletim de ocorrência, a Polícia Militar foi chamada até a unidade e informada sobre a vítima, que estava com ferimento de arma de fogo. 

Uma funcionária do hospital disse aos militares que a vítima tinha uma perfuração na lombar. 

A professora foi deixada na unidade por uma caminhonete prata, porém, ninguém soube informar quem teria deixado a vítima ali. 

No dia 27, ainda segundo o registro, a enteada da vítima teria ido ao hospital assinar os documentos e realizar os procedimentos necessários de alta. Ela acabou morrendo no próprio hospital hoje.

O caso foi registrado como homicídio simples na forma tentada.

CARREIRA

Nas últimas eleições, Anderci concorreu ao cargo de vereadora pelo Partido dos Trabalhadores. 

Conforme informações apuradas pelo TopMídiaNews, em agosto de 2020, Anderci teria iniciado relacionamento com campo-grandense, que não foi aprovado pela família.

Há suspeitas sobre o envolvimento dele na tentativa de homicídio contra a professora.

No entanto, segundo o delegado responsável, “as investigações seguem em sigilo”.