Menu
segunda, 21 de setembro de 2020
Polícia

"Quem manda na vila é o PCC", ameaçam supostos membros de facção próximo a residência de PM

Suspeitos ainda tentaram invadir a residência, mas fugiram após militar efetuar dois disparos de arma de fogo

11 março 2019 - 16h14Por Da redação/Maracaju Speed

A Polícia Militar de Maracaju foi acionada neste sábado (9), moradores relataram que estaria ocorrendo uma gritaria em frente o portão da residência de um sargento da PM, de 53 anos, sendo ouvido em seguida dois disparos de arma de fogo.

Diante as inúmeras ligações e a mesma versão afirmada pela vizinhança, uma guarnição da PM se deslocou até a residência do militar que confirmou o fato de alguns indivíduos ameaçarem invadir o imóvel e ter efetuado dois disparos para contê-los, momento em que os autores empreenderam fuga tomando rumo ignorado.

Em rondas pela região, um jovem, de 18 anos, foi reconhecido pelo sargento e ao ser indagado sobre os fatos, M. R. R. (18) relatou que estava ingerindo bebida alcoólica na companhia de mais dois indivíduos conhecidos como Marcinho e Elizandro conhecido como “Menor”.

Ao passarem em frente da casa do sargento, começaram a bater no portão da casa com um ferro e gritavam "Nóis não paga moral pra polícia, quem manda na vila é o PCC" (sic)  e  queriam invadir a residência. Os demais envolvidos no caso não foram localizados. Diante dos fatos, o autor foi encaminhado até a Delegacia de Polícia Civil onde responderá pelo crime de ameaça.

Leia Também

Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
CORONAVÍRUS
Brasil registra 739 mortes pela covid-19 nas últimas 24 horas
Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja
Política
Papy é flagrado em reunião com comes e bebes e explica: encontro da igreja
Vídeo: tentando imitar cena de filme, jovem pula em cima de automóveis, cai e quebra a perna
Geral
Vídeo: tentando imitar cena de filme, jovem pula em cima de automóveis, cai e quebra a perna
Filho morre  de covid-19 oito horas após a mãe em Santa Catarina
CORONAVÍRUS
Filho morre de covid-19 oito horas após a mãe em Santa Catarina