TCE ABRIL 16 A 22/04
Menu
quarta, 21 de abril de 2021
MS MAIS SOCIAL 21 E 22/04
Polícia

Revoltante: avó pede casa e dois mil reais em troca de bebê indígena de três dias

Criança seria vendida a um casal não indígena e polícia investiga o caso

11 janeiro 2019 - 18h19Por Da redação com Dourados News

A Polícia Civil já tem informações sobre a negociação para vender um bebê indígena, que estaria com três dias de vida, em Dourados. O ''preço'' da criança, pedido pela avó,  seria R$ 2 mil e uma casa.

Segundo apurado pelo Dourados News, o bebê nasceu no Hospital Universitário. Desde então, pessoas estariam procurando o documento que comprova o nascimento do pequeno. A informação foi confirmada pela mãe, de 24 anos. Desconfiados, servidores do hospital acionaram o Conselho Tutelar que, após a alta da mulher, a encaminhou ao 1º Distrito Policial.

O destino do pequeno seria um casal não-indígena, conforme apurado até o momento.  

Uma adolescente de 17 anos, prima dela e suspeita de envolvimento no caso, acabou detida e levada para prestar depoimento. Ela, no entanto, nega qualquer participação na ação.

O caso segue em investigação.