Menu
terça, 18 de maio de 2021
MS CRESCE PELA VIDA 14 a 18/05/2021
Polícia

Servente de pedreiro que matou padrasto no Noroeste passa por custódia

Rapaz alegou para a polícia que teria matado a vítima por causa de uma humilhação sofrida na frente de sua mãe

20 abril 2021 - 09h17Por Vinicius Costa

O servente de pedreiro, de 27 anos, que matou o Adilson Mariani, padrasto de 47 anos com várias facadas no último domingo (18), no Jardim Noroeste, em Campo Grande, vai passar por audiência de custódia nesta terça-feira (20).

O autor não quis prestar esclarecimentos sobre o assassinato cometido, durante o depoimento na polícia e informou que só se manifestaria apenas em juízo.

No entanto, no dia do crime, o pedreiro alegou para a polícia que havia sido humilhado pelo padrasto na frente de sua mãe e que por isso decidiu matá-lo.

Uma testemunha que tentou apaziguar a situação entre enteado e padrasto, explicou que o rapaz sentia muito ódio da vítima, devido à humilhação e que por isso estava decidido a matá-lo.

O crime

Suspeito de matar a facadas Adilson Mariani, 48 anos, no bairro Jardim Noroeste, em Campo Grande, neste domingo (18), rapaz de 27 anos foi preso. 

Por volta das 17 horas, os investigadores compareceram ao local do homicídio, onde a vítima foi morta por vários golpes de faca.

Inicialmente, o suspeito, enteado da vítima, fugiu do local. 

Os investigadores realizaram buscas e receberam uma denúncia anônima com o paradeiro do suspeito. 

Leia Também

Cidades
Prefeitura lança editais para processo de habitação e sorteio de apartamentos e lotes na Capital
A inscrição para participação deste sorteio será realizada entre os dias 1º de junho de 2021 a 15 de julho de 2021
Homem é assaltado por negar esmola de R$ 2 em ponto de ônibus
Polícia
Homem é assaltado por negar esmola de R$ 2 em ponto de ônibus
Veja como identificar, prevenir e combater abuso sexual infantil
Polícia
Veja como identificar, prevenir e combater abuso sexual infantil
Bandidos armados fazem casal e crianças de refém no Danúbio Azul
Polícia
Bandidos armados fazem casal e crianças de refém no Danúbio Azul