Menu
quinta, 24 de setembro de 2020
Polícia

‘Sou sobrinho de procurador’, diz motorista flagrado embriagado em sem CNH

O passageiro do carro fingiu ser advogado, mas só tinha cursado até o terceiro semestre da faculdade

19 maio 2019 - 17h28Por Anna Gomes

Dois homens foram presos pela Polícia Militar, na manhã deste domingo (19), na Avenida Afonso Pena, em Campo Grande. Um estava dirigindo supostamente alcoolizado e ainda teria tentado intimidar os militares. Já o outro, se passou por advogado para tentar livrar a barra do amigo, mas ambos acabaram em cana.

Conforme o boletim de ocorrência, por volta das 10h de hoje, o condutor de um Peugeot, de 23 anos, estaria parado com o automóvel na Afonso Pena, o que estaria causando um congestionamento na avenida.

Ao ser interrogado sobre sua CNH (Carteira Nacional de Habilitação), o motorista disse que teria esquecido o documento em sua residência, mas após uma checagem no sistema, os militares descobriram que o condutor não era habilitado.

Ainda segundo o registro policial, o motorista estaria embriagado, com várias garrafas de cervejas em seu carro. Quando ele foi abordado, o condutor ainda teria tentado intimidar os militares, dizendo que era sobrinho de um promotor e que seu tio iria excluir os policiais da corporação.

O passageiro do veículo, um homem de 43 anos, se apresentou como advogado. Ainda de acordo com a polícia, a todo momento ele usava nomes de pessoas conhecidas também tentando intimidar a ação dos militares.

O passageiro chegou a dizer que só estaria sendo abordado por ser negro exigia a liberação do carro que ambos suspeitos estavam.

Após uma averiguação, foi constatado que o passageiro não era advogado e que teria cursado apenas até o terceiro semestre do curso de Direito. Ambos foram presos e levados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Leia Também

Pai que roubou doações para filho com doença rara ganha prisão domiciliar
Geral
Pai que roubou doações para filho com doença rara ganha prisão domiciliar
Pilantra: mulher finge estupro para ganhar seguidores em redes sociais
Geral
Pilantra: mulher finge estupro para ganhar seguidores em redes sociais
Covid-19 mata mais 869 brasileiros em 24 horas, lamenta Ministério da Saúde
Geral
Covid-19 mata mais 869 brasileiros em 24 horas, lamenta Ministério da Saúde
Ladrão com faca invade casa de madrugada e morador 'mete bala' no Tijuca
Polícia
Ladrão com faca invade casa de madrugada e morador 'mete bala' no Tijuca