tce janeiro
Menu
quinta, 27 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Polícia

Suspeito vigiou casa de idosa nas Moreninhas e matou para não ser reconhecido

Criminoso foi preso pela Polícia Civil e queria roubar pertences da vítima

29 novembro 2021 - 16h39Por Thiago de Souza e Vinícius Costa

A Delegacia Especializada de Roubos e Furtos elucidou a morte da idosa Ivonete Brandão, 64 anos, no dia 9 de novembro, nas Moreninhas, em Campo Grande. O suspeito, que foi preso, vigiou a residência para roubar, mas decidiu assassinar a mulher para não ser reconhecido. 

Conforme detalhou o delegado-adjunto, Fábio Brandalise, o criminoso tem 28 anos e foi preso dia 25 deste mês. Segundo a apuração, ele visava os bens materiais da casa. 

Brandalise destaca que o criminoso vigiou a residência somente por um dia e não sabia que a vítima estava no local. 

‘’Por isso decidiu atacar para não ser identificado’’, detalhou Fábio. 

Ainda segundo a Derf, o bandido já tinha passagens pela polícia e, inclusive, foi preso recentemente, ao furtar uma moto, no primeiro semestre deste ano. 

O suspeito responderá por latrocínio consumado e pode pegar até 30 anos de prisão. 

O crime

Ivone foi surpreendida dentro de casa pelo criminoso e acabou espancada com chutes, inclusive no peito, para revelar onde estaria R$ 400. Ele teria levado o dinheiro e o celular dela. 

Ferida, a idosa foi levada para uma unidade de saúde no próprio bairro, mas não resistiu aos ferimentos.