TCE JUNHO 2022
PREF MARACAJU JUNHO REFIS 2022
Menu
quarta, 29 de junho de 2022 Campo Grande/MS
GOV ENERGIA ZERO JUNHO 2022
'Seu nome é Pablo'

Traficante conhecido pela violência é preso com pasta-base de cocaína no Nova Campo Grande

Boca abastecia pontos de venda de drogas menores no bairro

20 março 2017 - 16h45Por Thiago de Souza e Kerolýn Araújo

Policiais da Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico) prenderam, na última sexta-feira (17), Pablo Renan Arcoverde dos Santos Chagas, 20 anos, acusado de tráfico de drogas na região do Nova Campo Grande. Segundo a polícia, o suspeito é conhecido por ser violento e estava de posse de 51 porções de pasta-base de cocaína.  

Segundo o delegado titular da Denar, Rodrigo Yassaka, o cerco ao criminoso começou a se fechar no dia 27 de janeiro deste ano, quando um homem foi preso, também por tráfico, e mencionou Pablo como sendo revendedor de entorpecentes na região. 

Os policiais chegaram até Pablo, mas naquela ocasião encontraram somente algumas porções de maconha e pasta-base. Em meados de fevereiro, o suspeito se apresentou à delegacia, junto do advogado e negou que fosse comerciante de drogas. 

A prisão preventiva de Pablo foi pedida à época e aceita pela Justiça na última sexta-feira (17). A Polícia então foi até dois endereços onde o suposto traficante estaria, mas não o encontrou. Porém, ele foi achado em outra casa, a de número 43. Naquela residência, além do autor, estava a esposa dele, Débora Evelin Gonçalves Alves,22, grávida de sete meses e o irmão de dele, Edvaldo dos Santos Chagas Junior, 18, todos fumando maconha. No quarto da casa havia 51 papelotes de pasta-base de cocaína. Segundo a polícia, Pablo resistiu a prisão e partiu para cima dos agentes. Além da droga, foi apreendido R$ 400 em espécie. 

Pablo e o irmão continuam presos. Somente a esposa do primeiro, Débora Evelin, foi solta em audiência de custódia. 

(Dinheiro, celulares e drogas foram apreendidas pela polícia)