(67) 99826-0686

Traficante troca tiros e morre após perseguição policial em Campo Grande

No veículo, os policiais encontraram 880 quilos de maconha

27 SET 2016
Anna Gomes
08h43min
Foto: Divulgação

Antônio Carlos da Silva, 30 anos, morreu após ser flagrado com um carro carregado de drogas, furar a barreira policial e ainda atirar contra a polícia. O fato aconteceu na noite desta segunda-feira (26), na BR-163, em Campo Grande. No total, foram apreendidos 880 kg de maconha.

De acordo o boletim de ocorrência , a PRF (Polícia Rodoviária Federal) recebeu a informação que um veículo Chevrolet Cruze de cor branca estaria carregado de drogas. Os policiais ficaram no aguardo do veículo que quando se aproximou da barreira, o condutor recebeu ordem de parada, mas ele não obedeceu.

Além de não acatar a ordem, Antônio atirou contra  os policiais rodoviários que revidaram e pediram apoio do BPChoque (Batalhão de Polícia Militar de Choque). O suposto traficante chegou a ser atingido, mas mesmo assim conseguiu fugir, abandonando o veículo e adentrou em uma mata.

Houve uma perseguição policial e Antônio chegou a atirar várias vezes contra a polícia. Com a chegada do Batalhão de Choque a equipe verificou que no interior do veículo havia grande quantidade maconha e também tinha sangue no banco dianteiro, indicando que o suspeito estava ferido.

Os policiais do Batalhão entraram na mata e localizaram Antônio ferido, com o suspeito também foi encontrado um tablete de maconha e um revólver 38 da marca Taurus.

Conforme consta no registro policial, Antônio chegou a ser encaminhado com vida para o Hospital Regional, mas não resistiu aos ferimentos e morreu.

A droga e o carro usado no crime foram encaminhados para a Denar (Delegacia Especializada de Repressão ao Narcotráfico). Após uma vistoria, a polícia descobriu que o carro era produto de roubo em Goiânia.

 

Veja também