(67) 99826-0686

SEM DESCANSO: trio usa documento de major assassinado para comprar TV e moto

Os três foram presos em flagrante na tentativa de comprar uma motocicleta avaliada em mais de R$16 mil

24 ABR 2019
Anna Gomes
08h34min
Foto: Reprodução Facebook

Três homens foram presos em Campo Grande por usarem a documentação do major do Exército Paulo Setterval, que foi assassinado a golpes de faca na cidade de Bonito, município distante aproximadamente 300 quilômetros da Capital. O trio já havia comprado televisores e quase conseguiram adquirir uma motocicleta avaliada em mais de R$16 mil em nome da vítima.

Segundo o boletim de ocorrência, o primeiro a ser preso foi identificado como Ezio Miranda Fernandes, de 52 anos. Ontem (23), o suspeito tentou comprar uma moto em uma loja do Bairro Santa Fé. O vendedor desconfiou e chamou a polícia após reconhecer o nome da vítima, já que o assassinato teve grande repercussão na mídia local.

Quando os militares chegaram no estabelecimento, Ezio confessou ter comprado o RG do major de um homem morador do Jardim Los Angeles e que, com a documentação, em outra loja, já havia adquirido três televisores, dois deles de 50 polegadas.

Outro suspeito, identificado como Jallyson Braga da Silva, 30 anos, seria o comprador. Quando a polícia foi até a residência, no Bairro Universitário, apenas um dos três televisores estava na casa. O suposto autor ainda tentou fugir, mas foi preso e, com ele, a polícia encontrou um revólver.

Outra TV foi encontrada na residência do irmão de Jallyson, identificado como Wallysson Braga da Silva, de 33 anos. Ele relata que teria ganhado o televisor.

O trio foi preso em flagrante e todos foram levados para a Depac (Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário) do Centro.

Veja também