Menu
domingo, 28 de fevereiro de 2021
Política

Com colapso e mortes por asfixia, mais um deputado de MS assina proposta de CPI contra Bolsonaro

Deputados Dagoberto Nogueira e Vander Loubet também assinam requerimentos que pedem investigações sobre a atuação de Jair Bolsonaro em Manaus

25 janeiro 2021 - 15h00Por Rayani Santa Cruz

O deputado Fábio Trad (PSD) assinou requerimento da Câmara Federal que pede a instalação de CPI (Comissão Parlamentar de Inquérito) para apurar a atuação do governo federal frente ao colapso de saúde, em Manaus, capital do Amazonas.

Ele e os deputados Dagoberto Nogueira (PDT) e Vander Loubet (PT) estão indignados com a falta de gestão do governo federal na saúde. Um dos problemas foram as mortes por falta de cilindros de oxigênio nos hospitais da capital amazonense e a transferência às pressas de pacientes.

O documento assinado por Trad foi proposto pelo deputado Raul Henry (MDB-PE), na última terça-feira (19), e visa investigar as causas e os responsáveis pela crise na saúde da cidade. 

O deputado Dagoberto Nogueira já divulgou que assinou requerimento com o mesmo teor: “investigar possível omissão do governo federal na questão de Manaus”. O documento, que propõe a criação de uma CPMI (Comissão Parlamentar Mista de Inquérito), foi criado pelos  líderes da Rede no Senado, Randolfe Rodrigues (AP), e do PSB na Câmara, Alessandro Molon (RJ).

Vander Loubet (PT), que faz parte do grupo de oposição da Câmara, também deve assinar requerimentos sobre a investigação.

Questionado se irá assinar algum dos requerimentos, o deputado Beto Pereira (PSDB) disse que primeiro “tem que receber o requerimento para ler o teor da investigação e analisar”.

Os outros parlamentares não se manifestaram sobre a questão. Tudo indica que o deputado Luiz Ovando (PSL) não deva assinar por ser defensor do presidente e da linha governista.