Menu
sábado, 28 de maio de 2022 Campo Grande/MS
CÂMARA MUNICIPAL MAIO 2/3 ANO
Política

Às vésperas da eleição, um fenômeno inédito marca as disputas em todo o país

Capitão Contar é o candidato de Jair Bolsonaro em Mato Grosso do Sul

04 outubro 2018 - 19h53Por Da redação com assessoria

Pela primeira vez, as eleições em todo o país, marcam um divisor de águas na história da política brasileira. As mobilizações entre tantos e todos os movimentos já erguidos, até agora, mostram a insatisfação de uma nação que clama por uma política ética e transparente. Prova disso são os inúmeros candidatos, espalhados pelos quatro cantos do país, que se posicionam e reafirmam seus ideais em prol de movimentos como o do candidato à presidência Jair Bolsonaro (PSL).

Um candidato filiado em um pequeno partido, sem programa eleitoral, sem verbas partidárias ou fundo especial, sem amarras políticas, se transformou em um dos favoritos na corrida presidencial. Ainda concorrendo com tradicionais candidatos de eleições anteriores, como Ciro Gomes, Geraldo Alckmin e Marina Silva, Bolsonaro segue a corrida e se consolida líder nas intenções de voto. As pesquisas e avaliações já indicam que o candidato se elege no primeiro turno.

Ele se destaca pelo seu posicionamento que, mesmo causando controvérsias, o faz liderar uma disputa que em eleições anteriores era marcada pela esquerda. Jair Bolsonaro é incisivo ao reafirmar seus ideais, principalmente contra a corrupção, além das propostas com ações enérgicas e rigorosas contra criminosos, por exemplo.

Segundo pesquisa do Datafolha, divulgada nesta quarta-feira (03/10), o deputado Jair Bolsonaro atingiu um patamar inédito de intenção de voto alcançando os 32%, ultrapassa pela primeira vez a barreira dos 30% e conquista um terço do eleitorado.

Ainda de acordo com a pesquisa, a análise do crescimento de Bolsonaro entre os segmentos do eleitorado mostra alta acentuada entre as mulheres (de 21% para 27%, colocando-o à frente de Haddad, que tem 20%), entre os mais escolarizados (de 37% para 43%, ante 14% do petista), na parcela do eleitorado com renda familiar de 5 a 10 salários (de 44% para 51%, enquanto Haddad recuou de 16% para 12%).

Em MS

Na capital sul-mato-grossense, o Capitão Contar, militar do exército brasileiro, assim como Jair Bolsonaro e candidato a deputado estadual, se apresenta com os mesmos ideais do candidato à presidência. E assim como ele, teve uma campanha com grande mobilização de pessoas, passando por 79 municípios pleiteando uma das cadeiras do legislativo do estado.

Contar é enfático ao afirmar que sua campanha é realizada sem verbas partidárias e sem alianças políticas.

''Vejo esse momento como uma nova forma de colocar em prática os princípios morais e éticos que sempre permearam minha vida e minha carreira. Por isso, me filiei ao mesmo partido do nosso Jair Bolsonaro'', afirma. E acrescenta: ''Desde o início, compactuo com os ideais do nosso futuro presidente, pessoa essa que sempre depositei expectativas para se promover a mudança que tanto almejamos''.

O candidato tem ganhado notoriedade nos últimos 45 dias de campanha. Nas ruas e na internet é bem recepcionado pela população que acredita em seus ideais e posicionamento pela renovação política. Entre tantas características marcantes, Contar preza pela carreira limpa.

“É emocionante nos depararmos em todo o país, inclusive em Mato Grosso do Sul, uma massa que nos recebe de braços abertos. Pessoas que, assim como eu, estão engajadas em lutar por um país mais ético e transparente. Não nos aliamos com corruptos, não usamos dinheiro público, não temos amarras e fazemos uma política ética, isenta e independente”, pontua.