Menu
Busca quinta, 02 de julho de 2020
ALMS
Política

Assessora de senadora é paga para comandar gabinete do ódio em MS

Observação: seu dinheiro também está investido na campanha dela para vereadora

29 junho 2020 - 17h33Por Vinícius Squinelo

‘Terrorista de direita’. Assim se define Juliana Gaioso Pontes, assessora parlamentar do Senado e vinculada ao gabinete de Soraya Thronicke. Apontada como líder de movimentos antidemocráticos em Mato Grosso do Sul, a militante foi denunciada oficialmente na Procuradoria-Geral da República.

Toda a documentação de denúncia foi encaminhada diretamente ao vice-procurador-Geral Humberto Jacques pelo deputado federal Fábio Trad, advogado também sul-mato-grossense.

Juliana é conhecida por liderar protestos de direita em Campo Grande, e também por espalhar fake news contra o irmão de Fábio, Marquinhos Trad.

No gabinete de Soraya, Juliana tem um salário mensal de 13 mil reais

Conforme a denúncia, há prints comprobatórios da atuação da assessora de Soraya contra a democracia, inclusive com ameaças diretas de ‘terrorismo de direita’.

No gabinete de Soraya, Juliana tem um salário mensal de 13 mil reais. Ela é pré-candidata à vereadora em Campo Grande.


Juliana é nomeada no gabinete de Soraya em Campo Grande (Foto: Agência Senado)

 

Montagem que roda nos grupos bolsonaristas no WhatsApp

Leia Também

Pioneiro, estudo da Cassems mede custos da violência contra mulheres ao plano de saúde
Cidades
Pioneiro, estudo da Cassems mede custos da violência contra mulheres ao plano de saúde
Pedreiro morre depois de engasgar em churrasco para comemorar fim de obra
Polícia
Pedreiro morre depois de engasgar em churrasco para comemorar fim de obra
Arregou: valentão xinga prefeito no Facebook e pede perdão na frente de delegado
Política
Arregou: valentão xinga prefeito no Facebook e pede perdão na frente de delegado
Secretaria de Saúde confirma mais DOZE mortes por coronavírus em MS
Saúde
Secretaria de Saúde confirma mais DOZE mortes por coronavírus em MS