(67) 99826-0686
PMCG - Prestação de contas

Bernal corre risco de perder seu líder na Câmara

Julgamento

8 DEZ 2013
Juliene Katayama
15h46min
Foto: Izaias Medeiros/Câmara/Arquivo

Alex do PT, líder do prefeito de Campo Grande, Alcides Bernal (PP), corre o risco de ter de deixar a Câmara. Isto porque ele é suplente da vereadora eleita Thais Helena (PT) que deixou o Legislativo para assumir a Secretaria de Assistência Social (SAS). A petista foi denunciada por compra de votos e o julgamento está marcado para esta segunda-feira (09).

Ele conseguiu 3 mil votos nas urnas e ficou como primeiro suplente pelo PT. Thaís foi eleita com 3.346 votos. Ela nem chegou a esquentar a cadeira na Câmara. Quando o ano legislativo começou, Alex já estava no cargo de líder do prefeito.

Thaís será julgada pela denúncia de compra de votos, amanhã, no Tribunal Regional Eleitoral (TRE) junto com outros três vereadores: Alceu Bueno (PSL), Paulo Pedra (PDT) e Delei Pinheiro (PSD).

Segundo a denúncia do Ministério Público Estadual (MPE), os vereadores teriam distribuído vale combustível em troca de votos. Durante as investigações, foram apreendidos os vales, grande quantia de dinheiro, documentos e lista dos beneficiados.

Também foi acusado de compra de votos o presidente da Casa de Leis, vereador Mario Cesar (PMDB). O processo foi desmembrado e o peemedebista foi considerado inocente pela Justiça Eleitoral, em outubro deste ano. 

Veja também