Menu
quarta, 30 de setembro de 2020
Política

Bolsonaro estuda aumentar validade da CNH de 5 para 10 anos

A quatro dias para o novo governo assumir, Bolsonaro tem indicado prioridades das 22 pastas que integrarão sua gestão

28 dezembro 2018 - 13h42Por Da redação / Isto É

O presidente eleito, Jair Bolsonaro, avisou hoje (28) via Twitter que pretende aumentar o prazo de validade da carteira nacional de habilitação no Brasil. Ele pretende estender o prazo de validade dos atuais 5 para 10 anos.

“Informo que faremos gestões no sentido de passar para 10 anos a validade da carteira nacional de habilitação”, disse Bolsonaro que parabenizou o governo do Rio de Janeiro que anunciou a extinção da vistoria anual de veículos.

No início do ano o governo revogou uma resolução do Departamento Nacional de Trânsito (Denatran) que obrigava os motoristas a fazer curso teórico de dez horas e uma prova para renovar a carteira de habilitação. A exigência mantida é a realização de um exame médico.

A atribuição sobre as regras de trânsito passará, a partir de janeiro de 2019, para as mãos de Gustavo Canuto, que será o titular do Ministério do Desenvolvimento Regional. A pasta incorporará as atribuições das Cidades e Integração Nacional – dois ministérios que foram suprimidos pelo presidente eleito.

A quatro dias para o novo governo assumir, Bolsonaro tem indicado prioridades das 22 pastas que integrarão sua gestão. As orientações atingem vão desde ajustes de gastos a medidas pontuais para cada área.

Leia Também

Ao contrário do esperado, fronteira teve apenas alguns pontos reabertos
Cidades
Ao contrário do esperado, fronteira teve apenas alguns pontos reabertos
Ministério da Agricultura vai investigar 'sementes misteriosas' vindas da China
Geral
Ministério da Agricultura vai investigar 'sementes misteriosas' vindas da China
Corrupção: vice toma posse após prefeito ser cassado pela Câmara de Bandeirantes
Política
Corrupção: vice toma posse após prefeito ser cassado pela Câmara de Bandeirantes
Com cachorro no colo, Bolsonaro sanciona pena maior para maus-tratos a animais
Geral
Com cachorro no colo, Bolsonaro sanciona pena maior para maus-tratos a animais