TJMS
(67) 99826-0686
aguas

Depois de tragédia, vereadora cria projeto para socorrer funcionários da Saúde

Objetivo é estabelecer regras claras para atendimento aos servidores vítimas de violência

12 SET 2019
Rayani Santa Cruz
16h01min
Foto: André de Abreu

A vereadora e enfermeira Cida do Amaral (PROS) apresentou, hoje, o  projeto de lei 9.503/19, que institui diretrizes para prestação de auxílio, proteção e assistência a servidores municipais vítimas de violência no exercício da profissão. “Quando alguém é violentado, a rede está sendo agredida”, diz. 

O projeto é uma resposta ao atentado a um enfermeiro do Caps do Aero Rancho, nesta quarta-feira (11), que foi esfaqueado por um paciente em surto psicótico.

A parlamentar acredita que falta consciência da população sobre a atividade dos profissionais de saúde e campanhas de prevenção à violência. Para ela, divulgação de mapas e programas irão reduzir os índices de violência contra funcionários. 

Ela destaca que o paciente acaba tendo “raiva” do enfermeiro por fixar, no subconsciente, que aquele profissional causou a dor. 

“Quem prescreve a benzetacil é o médico, mas quem aplica é o enfermeiro e [o paciente] tem dor. E depois de sentir a dor, a pessoa fica com raiva do profissional. Então estamos sempre lidando com a dor, para cuidar do paciente”.

Entre os enfermeiros, a reclamação maior é a sobrecarga de trabalho, seguida do piso salarial baixo.

Veja também