Menu
terça, 07 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Política

Com 86% das urnas apuradas, segundo turno é quase certo em MS

Veja a apuração em tempo real

07 outubro 2018 - 18h08Por Diana Christie

Candidato à reeleição, o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) mantém a liderança aos 86% das urnas apuradas. Ele soma 44,75% da preferência. Na sequência aparece Odilon de Oliveira (PDT) com 31,50%. Junior Mochi (MDB) somou 12,16% e Humberto Amaducci (PT) 9,82%. Marcelo Bluma (PV) aparece com 1,25% e João Alfredo (PSOL), com 0,52%.

Até o momento, o número de votos brancos soma 4,65% e o de nulos 7,85%. As abstenções estão calculadas em 21,41%.

Eleições

O período de votação foi encerrado às 17h deste domingo (7), em Mato Grosso do Sul. A expectativa, segundo o TRE-MS (Tribunal Regional Eleitoral), era de que 1.877.982 eleitores escolhessem um nome para o 14º mandato de governador do Estado, que foi separado do vizinho Mato Grosso em 11 de outubro de 1977, 41 anos atrás.

Seis candidatos concorrem ao mandato que dura até 2022 nessas eleições: Humberto Amaducci, do PT; Odilon de Oliveira, do PDT; Júnior Mochi, do MDB; Marcelo Bluma, do PV; João Alfredo, do PSOL e Reinaldo Azambuja (reeleição), do PSDB. Se a disputa for para o segundo turno, as eleições ocorrem daqui 21 dias, em 28 de outubro.

Além do governador, os eleitores sul-mato-grossenses escolheram os nomes de dois senadores, oito deputados federais, 24 deputados estaduais e o presidente da República. Portanto, o eleitor votou seis vezes.

Em torno de 8 mil urnas eletrônicas foram espalhadas pelo Estado. Dos 1.877.982 eleitores sul-mato-grossenses, 978.830 declararam-se como sendo do sexo feminino (52,121%) e  899.152 (47,879%), masculino.

A escolaridade do maior contingente eleitoral de MS, segundo o TRE-MS, ainda não completou o ensino fundamental: 552.881 (29,4% dos votantes).