TCE SETEMBRO
Menu
sexta, 24 de setembro de 2021 Campo Grande/MS
Política

Com projeto para instalar câmeras abandonado, professores vivem insegurança diária em MS

A proposta exigia a instalação de câmeras de monitoramento em todas as escolas do Estado

08 julho 2019 - 15h00Por Dany Nascimento

O deputado estadual Neno Razuk (PTB) lamenta ter o Projeto de Lei que solicitava a obrigatoriedade da instalação de sistema de segurança nas escolas e acredita que esse seria um dos principais passos para evitar o registro de tragédias dentro dos centros educativos de Mato Grosso do Sul. Assim, professores convivem com a insegurança diária para exercer a profissão.

A proposta exigia o monitoramento por meio de câmeras de vídeo nas dependências das unidades escolares e cercanias. “Uma pena que não foi aprovado esse projeto, pois traria mais segurança aos pais, alunos e professores. Acompanhamos várias tragédias pelo mundo a fora”.

O parlamentar destaca que as câmeras inibem atos de vandalismo e violência nas imediações. “Espero que no futuro consigamos implantar esse projeto que só trará bons frutos para nossos estudantes”.

O projeto foi criado para alterar o texto de lei anterior, de 2010, cuja redação autoriza a instalação dos equipamentos, facultando às unidades a possibilidade de implantar ou não o sistema de segurança. O novo projeto obrigaria a instalação e deveria considerar proporcionalmente o número de alunos.

Projeto Barrado

O TopMídiaNews entrou em contato com o governo do Estado, que alega falta de recursos para cumprir com as determinações do novo projeto, por isso ele foi rejeitado. Não há informações sobre os custos de implantação da proposta.