TJMS - novembro
tce novembro
Menu
Busca segunda, 18 de novembro de 2019
Política

Votos de Fábio Trad e Beto Pereira ajudam comissões a avançar com a Nova Previdência

Primeira etapa foi na CCJ e a segunda na Comissão Especial

04 julho 2019 - 17h27Por Thiago de Souza

O voto ‘’sim’’ do deputado federal Beto Pereira ajudou na aprovação do texto-base da Reforma da Previdência, na tarde desta quinta-feira (4), na Câmara dos Deputados. O placar a favor do relatório do deputado Samuel Moreira (PSDB-SP) foi de 36 a favor e 13 contra. 

Apesar da aprovação, os membros da comissão votam os destaques feitos à proposta, que somam 17. Passado essa votação, o texto segue para plenário para ser aprovado ou rejeitado. 

Na etapa anterior, na votação de relatório que ocorreu na Comissão de Constituição e Justiça da Câmara, o deputado Fábio Trad (PSD) votou favoravelmente às mudanças na previdência do país. 

Contexto

Conforme o El País, votaram contra a proposta os deputados que se declaram opositores ao Governo Jair Bolsonaro, que são do PT, PSB, PDT, PSOL e REDE. 

A aprovação só foi possível após o grupo de partidos vinculados ao centrão conseguirem emplacar algumas mudanças, como a retirada das mudanças sugeridas para os trabalhadores rurais, para quem recebe o benefício de prestação continuada (BPC) e reduzir a idade de aposentadoria para professores.

O texto prevê a instituição de uma idade mínima para aposentadoria, de 65 anos para homens e de 62 para mulheres e um tempo ao menos 20 anos de contribuição. O texto-base estima uma economia de aproximadamente 1 trilhão de reais no período de dez anos.

No plenário, a PEC precisa de três quintos dos votos (308 dos 513) dos deputados para ser aprovado em dois turnos. A estimativa é que a  discussão no plenário ocorra na próxima semana e a votação concluída até o dia 17 de julho, quando inicia o recesso parlamentar. Depois, ainda segue para o Senado onde passa por um caminho semelhante ao da Câmara.