Menu
segunda, 17 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Política

Presidente de Comissão alerta que é preciso investir na Segurança Pública

11 dezembro 2015 - 09h48Por ALMS

O deputado estadual Pedro Kemp (PT), presidente da Comissão Permanente de Segurança Pública e de Defesa Social, ocupou a tribuna na sessão ordinária de quinta-feira (10), trazendo dados registrados pela Secretaria de Estado de Justiça e Segurança Pública (Sejusp).

“Na condição de presidente da Comissão de Segurança Pública, trago aqui os números de aumento da violência no Estado, em comparação com anos anteriores. Foi maior o número de furtos, roubos, agressões, homicídios e todo tipo de ocorrência. Um aumento preocupante da violência em várias regiões do Estado e em Campo Grande, onde se encontra 30% da população do Estado”, constatou o parlamentar.

“Em 2015, os assaltantes levaram medo e terror para mais de seis mil pessoas na Capital. Nos últimos anos, o número de ocorrências quase dobrou. Em 2012, foram registradas 3.334 ocorrências. Esse número, agora em novembro, subiu para 6.060 ocorrências. A população está desamparada e desprotegida. É necessário que o Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado de Segurança de Justiça e Segurança Pública, faça investimentos, aumento do efetivo, a chamada dos concursados para assumir seus postos, formação na Academia de Polícia. É preciso reforçar a presença dos agentes em Campo Grande para prevenir e combater os crimes, principalmente nesta época de compras que está chegando, para a celebração do Natal”, alertou Pedro Kemp.

Kemp também lembrou que no interior a situação é precária. “Existem cidades com dois ou três policiais militares responsáveis pela segurança do município todo, mesmo sendo cidades pequenas, não é suficiente. Isso acontece inclusive em cidades que precisam de mais atenção da Segurança Pública, as cidades de fronteira, essas sofrem por serem rota de tráfico e todo tipo de crime. Falta viatura, falta combustível, delegacias mal estruturadas. Além de formar novos policiais, é preciso dar condições de trabalho aos agentes”, considerou.

O deputado estadual Professor Rinaldo (PSDB), líder do governo no Parlamento Estadual, disse que uma das prioridades do Governo é a Segurança Pública. “Em 10 meses de mandato do governador Reinaldo Azambuja, 1.110 policiais civis se formaram, foi inaugurado o novo Centro Especializado de Polícia Integrada (CEPOL), até reforma em delegacia do interior que estava sendo amparada por um pedaço de madeira, já está em andamento. Ele tem um compromisso com essa área, fruto também de nossos debates aqui e Audiências Públicas”, destacou o deputado.

Para o deputado Cabo Almi (PT), 2º secretário da Assembleia Legislativa, são necessários mais investimentos na Segurança Pública. “O alto índice de violência é preocupante e o governo do Estado precisa dar uma resposta urgente a essa situação. Não se faz Segurança Pública sem investimentos. O incremento que pode acontecer com o valor de nossas emendas parlamentares, se for concretizado, se tivermos uma liberdade maior para investir dinheiro para a Segurança Pública, assim novas viaturas poderiam ser adquiridas, reformas de delegacia no interior e tantas outras aquisições”, ressaltou Almi.

Já o deputado Eduardo Rocha (PMDB), líder o partido na Casa de Leis, comentou sobre a formação de policiais. “É muito preocupante, as pessoas estão assustadas, quero registrar aqui que o governo anterior fazia concursos todos os anos, colocando mais agentes na rua, além de outros investimentos. Que seja ampliada nesta gestão estadual todos os concursos na área da Segurança Pública, de Policiais Militares, Civis e Bombeiro Militar. Mato Grosso do Sul não pode ficar refém dessa situação, com pouco efetivo e recursos”, disse Rocha.