(67) 99826-0686

Dilma faz mudança e deve deixar para trás presentes de chefes de Estado

Ex-presidente, que se muda nesta terça-feira, catalogou todos os objetos para evitar acusações sobre desvios

6 SET 2016
O Globo
09h38min
Foto: AP/1-9-2016

Depois de quase seis anos de mandato, a ex-presidente Dilma Rousseff deixará Brasília definitivamente na tarde de hoje e seguirá rumo a Porto Alegre, onde é esperada a partir das 17h. Além do cargo do qual foi afastada, Dilma deve deixar para trás presentes recebidos por chefes de Estado durante os anos em que exerceu a Presidência. Segundo assessores, ela tem catalogado pessoalmente todos os objetos, inclusive com fotos, pois não quer dar abertura para qualquer questionamento do novo governo, que chegou a abrir sindicância para apurar o paradeiro de itens que constavam como desaparecidos do acervo presidencial, o que irritou a ex-presidente.
— O que for presente de chefe de Estado ela não vai levar, até para evitar confusões como a feita pela Secretaria de Governo do Planalto — contou um assessor da petista.

No avião da FAB, Dilma levará boa parte de seus objetos pessoais, e o restante seguirá em quatro caminhões de mudança. Os livros de sua extensa biblioteca, móveis pessoais e outros pertences dela serão transportados e pagos, como é praxe, pelo governo federal.

Segundo o Palácio do Planalto, quatro caminhões-baú de uma empresa terceirizada estão preparados para ir ao Palácio da Alvorada hoje à tarde fazer a mudança de Dilma. O aluguel de cada caminhão, que tem capacidade de carregar aproximadamente 18 toneladas, custa R$ 15 mil.

ATO DE BOAS-VINDAS

Parte dos pertences da petista ficará em sua casa em Porto Alegre, e o restante, em um depósito alugado na cidade.

— Muita coisa vai com ela no avião. Por isso, achamos que quatro caminhões serão suficientes — afirmou um interlocutor do Planalto.

A ex-presidente será recebida no aeroporto de Porto Alegre por ex-governadores, entre eles Tarso Genro e Olívio Dutra, além do presidente estadual do PT, Ary Vanazzi, e integrantes de movimentos sociais. O grupo fará uma manifestação na capital gaúcha às 18h desta terça-feira, mas sem a participação de Dilma. O ex-presidente Lula foi convidado para participar do ato de boas-vindas, mas estará em um evento em Belo Horizonte.


 

Veja também