TOP MIDIA INSTITUCIONAL
Menu
sábado, 20 de agosto de 2022 Campo Grande/MS
Lobo Guará
PREFEITURA AGOSTO 2022 2
PREFEITURA AGOSTO 2022 2
Política

Fábio Trad lidera frente de deputados no STF e em prol da legalidade em caso Lula

Deputado disse que presídio não garantiria a vida do ex-presidente

07 agosto 2019 - 17h49Por Thiago de Souza

Deputado federal Fábio Trad (PSD/MS) liderou, na tarde desta quarta-feira (7), uma frente de parlamentares de diversos partidos que entrou no STF com pedido para impedir a transferência do ex-presidente Lula, de Curitiba (PR) para presídio em São Paulo. 

À imprensa, na porta do STF, Fábio explicou que o caso não se trata da defesa do ex-presidente e sim a defesa do estado democrático de direito. O parlamentar explicou que a decisão judicial de transferência foi descabida e inconstitucional, além de botar a vida do ex-presidente em risco, caso se concretizasse. 

''Ainda que o réu fosse o presidente Bolsonaro, eu estaria aqui para defender'', justificou Trad, minutos antes da Corte Suprema aceitar o pedido dos deputados e negar a transferência de Lula. 

Questionado pela imprensa, Trad detalhou que a transferência de Lula, de Curitiba para a capital paulista foi um pedido operacional feito pela PF, há um ano atrás. A polícia argumentou, à época, que não havia estrutura para manter o ex-presidente ali. 

''...um problema de natureza operacional não tem estatura, força jurídica, para restringir ou violar garantia de direito individual e à integridade física'', criticou Fábio. 

''O presídio [Tremembé II] não oferece as mínimas condições para manter a integridade física do ex-presidente. Todos nós sabemos disso..'', avaliou o deputado. 

Fábio Trad lembrou que o ex-presidente Lula já teria direito à progressão para o regime semiaberto e este pedido ainda não teria sido julgado pela Justiça Federal no Paraná. Veja o vídeo: