tce janeiro
CNH - MOTO
Menu
sexta, 28 de janeiro de 2022 Campo Grande/MS
Política

João Rocha dispara na liderança e deve assumir a presidência da Câmara

26 novembro 2015 - 11h20Por Izabela Sanchez e Rodson Willyams

Depois da dança de cadeiras e das disputas políticas dentro da Câmara Municipal, a Casa de Leis deve finalmente chegar a uma decisão sobre o cargo de presidente. Nos bastidores, a informação que circula é que o tucano João Rocha deve assumir a função.

“João Rocha (PSDB) já é presidente da Comissão processante e da Comissão de ética, já foi Secretário Municipal, e teria a possiblidade de exercer a presidência por ter experiência”, declarou o presidente interino, Flávio César (PTdoB). Ele ainda informou que a casa deve entrar em consenso sobre o cargo, ao escolher apenas um representante para evitar disputas. O vereador também explicou que o novo presidente terá a missão de encerrar a crise política dentro da Casa e unir os parlamentares.

A eleição para a presidência deve ocorrer na manhã de sexta-feira, 27, em sessão extraordinária na Câmara. Na manhã desta quinta-feira, 26, durante a sessão, a carta de renúncia do ex-presidente, vereador recém conduzido à Casa, Mario Cesar (PMDB), foi lida. De acordo com os regimentos da Câmara, os parlamentares tem um período de 24h para convocar uma eleição.

Questionado sobre a possibilidade de assumir a presidência, Flávio Cesar explicou que por ter assumido a função durante o período em que o ex-presidente Mario Cesar estava impossibilitado, não deve ser cotado para a presidência. “Por já ser vice, e ter ficado a frente da presidência, não serei candidato, devo permanecer na vice presidência”, afirmou.