Menu
segunda, 06 de dezembro de 2021 Campo Grande/MS
ALMS - NOVEMBRO
Política

Cervejinha? Só no almoço! Justiça impõe lei seca no dia da eleição em MS

Se eleitor for votar bêbado pode ser punido com prisão que varia de 15 dias a três meses

05 outubro 2018 - 13h06Por Celso Bejarano

Das 3h da madrugada às 17h de domingo (7), não será permitido o consumo de bebidas alcoólicas em bares, lanchonetes, hotéis, trailers, quiosques, conveniências, padarias, supermercados ou locais abertos. É o que determina a portaria criada na manhã desta sexta-feira (5) pelo TRE (Tribunal Regional Eleitoral).

A corte abriu exceção aos restaurantes no horário do almoço (11h30 às 14h30). Ou seja, nesses lugares não vale a conhecida Lei Seca.

Quem desrespeitar a portaria deve ser processado por crime de desobediência e isso pode provocar pena que varia de três meses a um ano.

Ainda de acordo com a portaria, se o eleitor for votar bêbado pode ser punido com prisão que varia de 15 dias e três meses. Causar tumulto em seções eleitorais também causa prisão de até seis meses.

A portaria do TRE será mandada para a Secretaria Estadual de Justiça e Segurança Pública, Polícia Rodoviária Federal e Polícia Federal, forças responsáveis pelo cumprimento da medida.