(67) 99826-0686
ENTREGAS

Líderes nas pesquisas, Rose e Marquinhos têm primeiro embate direto em debate

O candidato do PSD ainda teve que responder sobre cargo na Assembleia Legislativa

30 SET 2016
Vinícius Squinelo
00h07min
Foto: Reprodução

Apontados como líderes na disputa – como na Fiems Vox/Populi divulgada nesta quinta-feira (29) – pela prefeitura de Campo Grande, Marquinhos Trad (PSD) e Rose Modesto (PSDB) tiveram o primeiro embate direto em um debate nas eleições deste ano. E nenhum dos dois abaixou o tom do discurso. O embate ocorreu no segundo de quatro blocos, e foi o ponto alto de debate encerrado na madrugada desta sexta-feira (30). O evento durou 2h20.

Pelas regras do debate, realizado pela TV Morena, Marquinhos foi o primeiro a poder escolher um candidato para realizar uma pergunta livre. Para Rose Modesto, ele questionou como Rose poderia cumprir a promessa de construir cinco mil casas em uma única gestão.

Rose respondeu: ‘se acabar com a roubalheira, de governos inclusive que o senhor já fez parte, tem como. E trabalhar de forma diferente’. Marquinhos ainda tentou direito de resposta pela associação à palavra ‘roubalheira’, mas o pedido foi negado pela organização do evento.

Marquinhos ainda rebateu Rose: ‘tem que cumprir o que prometeu’, falando em relação ao Governo do Estado, onde Rose é vice-governadora.  

“O que meu governo fez em um ano e meio pela Saúde o governo que o senhor fez parte não fez em 20 anos”, disparou Rose, já na segunda etapa, quando perguntou para Marquinhos sobre APP, mas nenhum dos dois se ateve ao tema.

Polêmica

Terceiro a perguntar no segundo bloco, Athayde Nery (PPS) retornou ao tema do cargo de Marquinhos na Assembleia Legislativa. “Porque esconde que é funcionário efetivo da Assembleia, o que te assombra?”

Marquinhos falou que nunca foi fantasma e que Ministério Público Estadual já investigou, e arquivou o inquérito.

O confronto entre os dois, mesmo que indireto, foi retomado no quarto e último bloco, quando Athayde retomou o tema. "Eu entrei em todos meus cargos com todo mundo sabendo, e não pelas portas dos fundos de uma Assembleia". Pela quara vez na noite, Marquinhos teve pedido de direito de resposta negado.

Outro ponto mais do que interessante ocorreu ao final do debate, no último bloco. Perguntado sobre o irmão Nelsinho, Marquinhos falou para Alex do PT: "se quiser saber onde ele está vá na Caravana da Saúde, do Governo do Estado". Mas, não citou o forte apoio recebido do irmão, presidente regional do PTB, na sua própria candidatura.

Em outros temas foram tratadas invasões de áreas públicas e a situação da educação básica de Campo Grande, merenda escolar e transparência.

Fora as discussões entre Marquinhos e Rose, e Athayde e Rose, foram poucos momentos 'quentes' no debate. Vale citar a lembrança feita por Alcides Bernal, relembrando que o contrato com a CG Solurb, alvo de denúncias no evento, foi assinado por Nelsinho Trad, irmão do candidato Marquinhos Trad (veja mais aqui)

Estão presente no debate Alcides Bernal (PP), Alex do PT, Athayde Nery (PPS), Coronel David (PSC), Marcelo Bluma (PV), Marquinhos Trad (PSD) e Rose Modesto, do PSDB.

(matéria atualizada às 01h08 para acréscimo de informações)

Veja também