Menu
sexta, 14 de agosto de 2020
Política

Em Brasília, Marquinhos tenta restituir R$ 27 milhões usados no combate à dengue

Dinheiro foi aplicado pela prefeitura de Campo Grande para combater epidemia da doença; responsabilidade era do governo federal

17 julho 2019 - 14h11Por Celso Bejarano, de Brasília

Assim que o presidente Jair Bolsonaro (PSL) assumiu o governo, em janeiro, mandou um recado aos prefeitos: que, por ainda não ter montando a equipe do Ministério de Saúde, não tinha como liberar logo recursos para o combate à dengue. Disse que os prefeitos poderiam desembolsar recursos que bancassem programas preventivos e que depois ressarciria o gasto.

Em parte, Bolsonaro cumpriu a promessa. Por meio do ministério, pasta chefiada pelo campo-grandense Luiz Henrique Mandetta, o dinheiro foi restituído para 25 capitais. Duas ficaram de fora, uma delas a de Campo Grande.

O prefeito Marquinhos Trad (PSB) baixou nesta quarta-feira (17) no ministério, em Brasília, e quis saber o motivo. “Gastamos R$ 27 milhões e, graças a Deus, conseguimos debelar a epidemia. Agora, queremos o dinheiro de volta, afinal por que não fomos contemplados?”, questionou Marquinhos.

“Na realidade, vim aqui suplicar. Geralmente solicitamos recursos, requeremos, pedimos, mas eu vim suplicar, buscar a restituição do dinheiro que utilizamos para reduzir a epidemia da doença. Gastamos R$ 27 milhões, apresentamos notas, recibos, registros de entregas de medicamentos, fotografias. É obrigação do ministério em restituir o recurso”, disse  Marquinhos ao TopMidiaNews, ainda na recepção do gabinete do ministro Mandetta.

Até o fechamento deste material, o prefeito ainda participava da reunião com o ministro. Dali, ele seguiria para o Senado, onde se reuniria com bancada de parlamentares de Mato Grosso do Sul. O prefeito disse que ia cobrar dos colegas as emendas parlamentares indicadas para a liberação de para Campo Grande.

Até agora, o governo Bolsonaro ainda não liberou recursos por meio de emendas individuais ou de bancada. Há a promessa de montantes serem distribuídos a partir de agosto, mês que vem.

Leia Também

Acusado de propina milionária, Vander já tem dois votos pela absolvição no STF
Cidades
Acusado de propina milionária, Vander já tem dois votos pela absolvição no STF
Brincalhão e de bem com a vida, Emerson deixa dois filhos pequenos e clamores por Justiça
Polícia
Brincalhão e de bem com a vida, Emerson deixa dois filhos pequenos e clamores por Justiça
Sábado tem Feijoada do Rotary Club e vai ser no sistema drive thru em Campo Grande
Cidade Morena
Sábado tem Feijoada do Rotary Club e vai ser no sistema drive thru em Campo Grande
Após acidente com naja, criadores entregaram voluntariamente 7 serpentes ao CRAS
Cidades
Após acidente com naja, criadores entregaram voluntariamente 7 serpentes ao CRAS