Tribunal de Contas
(67) 99826-0686
Camara - marco

MDB quer aval de Puccinelli para voltar a integrar base de Reinaldo

Reunião pode ser marcada após posse dos deputados que acontece em fevereiro

9 JAN 2019
Rodson Willyams
17h00min
Foto: André de Abreu / Arquivo

Até o momento, os parlamentares do MDB não receberam nenhuma convocação do partido para tratar sobre questões ligadas ao apoio da bancada emedebista ao novo governo de Reinaldo Azambuja (PSDB) na Assembleia Legislativa. As informações são do deputado Renato Câmara.

Segundo ele, com o recesso parlamentar, muitos acabaram voltando para suas bases e nenhuma reunião foi agendada. "Até o momento, nós não tivemos nenhuma reunião. Como chegou o recesso, muitos estão nas suas bases e acabou que não tivemos nenhuma reunião".

Para ele, o partido aguarda a posse dos deputados para, só então, convocar os parlamentares. "Creio que depois da posse dos deputados possamos ser chamados. Mas como é época de virada, ninguém vai ficar fazendo acordos sobre política".

Sem aval de Puccinelli

O parlamentar ainda afirmou que, desde a saída do ex-governador André Puccinelli, presidente regional do partido, da cadeia, nenhum encontro com ele foi feito, mas o partido quer a opinião dele. "Não tive a oportunidade de conversar com ele, quando ele saiu [da prisão] foi bem na época que vim para o interior e, desde então, não retornei mais a Campo Grande".

Apesar do desejo do MDB, o ex-governador segue impedido de tratar de questões políticas. Esta foi uma das condições estipuladas pela Justiça para a sua soltura. 

Veja também