Solurbe - corrida do meio ambiente 18/04 a 08/05
(67) 99826-0686
Reviva centro

Presidente do PSD diz que objetivo agora é conquistar o apoio de Alcides Bernal

O presidente pretende angariar os votos de Bernal e Alex do PT

2 OUT 2016
Dany Nascimento e Rodson Willyams
19h32min
Foto: Geovanni Gomes

O presidente regional do PSD, Antônio Lacerda confirmou que a principal missão da sigla na corrida eleitoral pelo segundo turno, será convencer o prefeito Alcides Bernal (PP), que ficou em terceiro lugar nas eleições com 26,01% dos votos a se aliar ao candidato Marquinhos Trad, levando em consideração, que após o resultado, Bernal disse que não descarta se aliar aos candidatos que disputam segundo turno no dia 30 de outubro.

Além de Bernal, Lacerda ressalta que deve tentar buscar o apoio de Alex do PT, que segundo ele, dificilmente terá intenção de caminhar com a candidata Rose Modesto (PSDB). "A principal missão será conversar com Alcides Bernal, vamos procurar ele para conversar e além disso, procurar o Alex do PT, acho difícil ele fazer coligação com o PSDB da Rose".

Antônio destaca que vai convocar uma reunião com os membros do partido e buscar uma proximidade maior com candidatos que não foram eleitos, mas que apresentaram uma quantidade de votos que pode colaborar com a eleição de Marquinhos.

"A principal missão do partido agora  é conversar com candidatos não eleitos, que apresentaram maior número de votos", diz o presidente.

Marquinhos faturou 34,57% dos votos válidos, seguido pela tucana, que conquistou 26,62% do eleitorado. Alcides Bernal (PP) ficou em terceiro lugar, com 26,01% dos votos.

Coronel David (PSC) somou 4,83% dos votos válidos, seguido de Marcelo Bluma (PV), 2,51%, e Alex do PT 1,99%. Athayde Nery (PPS) teve 0,93%, Aroldo Figueiró 0,76%, Pedro Pedrossian Filho (PMB) 0,57%, e Lauro Davi (PROS) 0,45%. Na sequência, Adalton Garcia (PRTB) aparece com 0,38%, Suél Ferranti (PSTU) com 0,31%, Elizeu Amarilha (PSDC) somou 0,05% e José Arce (PCO) com 0,04%.

Rosana Santos (Psol) recebeu 2.351 votos, mas teve a candidatura indeferida pelo TRE-MS e o seu resultado soma-se aos nulos. Votos em branco alcançaram os índices de 3,66% e nulos, 7,49%. Foram apuradas 1.669 urnas, representando 100% do total.

 

 

Veja também