ASSEMBLEIA MAIO DE 2022 FULLBANNER
TJMS MAIO
Menu
quinta, 26 de maio de 2022 Campo Grande/MS
CÂMARA MUNICIPAL MAIO 2/3 ANO
Política

Senadora nega apoio a candidato de esquerda em SP e diz que Bolsonaro é que 'atrai até rivais'

Parlamentar foi criticada por apoiadores, mas diz que é 'fake news'

16 outubro 2018 - 08h33Por Thiago de Souza

A senadora eleita Soraya Thronicke (PSL) negou que tivesse declarado apoio ao candidato ao governo de São Paulo, Márcio França (PSB), neste segundo turno. A notícia correu as redes sociais e gerou críticas de apoiadores à parlamentar que foi eleita com um discurso de direita e 'bolsonarista''.

O PSB nacional declarou apoio à candidatura do petista Fernando Haddad, mas França não e deve permanecer neutro.  

Soraya justificou que ele [França] é que manifestou apoio a Bolsonaro. Ela acrescentou que o desejo de ver o candidato pelo PSL presidente da República é um ''fenômeno nacional'' e que políticos de todos os espectros estão ''saindo de seus ninhos'' e apoiando Bolsonaro.

Na rede social, um de seus apoiadores não recebeu bem a notícia do envolvimento na campanha eleitoral paulista e publicou:  

''Infelizmente, a Soraya Thronicke, já começou a decepcionar os sul-mato-grossenses, pois foi se meter nas eleições de governador em SP, declarando apoio para o comunista Márcio França..... Por que não se preocupa em trabalhar pelo Bolsonaro, apenas? Parece que já esqueceu, que não foi eleita, por méritos próprios. A colocamos, pelo Bolsonaro...''

A aceitação do apoio de Márcio França, segundo Soraya, vem em razão do adversário dele, João Dória (PSDB) ter feito várias críticas a Bolsonaro, além de Geraldo Alckmin, que classificou o capitão da reserva várias vezes como machista.

Senadora se envolveu em eleições de SP e teve de dar explicações. (Foto: Reprodução Youtube)

Ainda segundo a parlamentar, Jair Bolsonaro aceitou apoio de todos os lados e isso atrai também partidos de esquerda, mas não quer dizer que ela apoie esses partidos.

''Bolsonaro quer apoio de todos os deputados para aprovar os projetos e nunca se negou a receber apoio. Ele só não vai fazer a política do 'toma lá dá cá'', apontou a senadora.

A senadora disse que a notícia sobre o recebimento de apoio de Márcio França ao militar foi desvirtuada.

''Sou só mais uma vítima das palavras mal colocadas da mídia. Gostaria muito que não me calassem, pois é muito estressante lidar com isso...''

Thronicke disse que vai seguir a orientação do partido em apoiar os candidatos do PSL nos estados onde eles disputam o governo e neutralidade nas demais unidades da federação.