Menu
quinta, 29 de outubro de 2020
Política

TSE determina retirada de página sobre Eduardo Campos no Facebook

Retirada de página no Facebook

06 março 2014 - 08h49Por Agência Brasil

O ministro do TSE (Tribunal Superior Eleitoral) Admar Gonzaga, determinou que a rede social Facebook retire do ar uma página que trata sobre a candidatura à Presidência da República do atual governador do Estado de Pernambuco, Eduardo Campos (PSB). Para o magistrado, as publicações no perfil configuram campanha eleitoral antecipada.


A decisão que foi tomada no dia 28 de fevereiro foi formalizada e entregue ao Facebook e ao pré-candidato somente no dia de ontem, devido ao feriado de Carnaval. O Facebook disse que não vai comentar o caso.


De acordo com a assessoria de Campos, a página na rede social é um perfil falso e não oficial e que a equipe do governador pernambucano já vinha tentando retirar do ar.


A decisão de Admar Gonzaga foi tomada a pedido do MPE (Ministério Público Eleitoral), que alegou que a página “"enaltece a pessoa e imagem política" de Campos, "apresentando-o como o mais apto ao exercício do cargo pleiteado, desequilibrando, assim, a disputa entre os potenciais postulantes à Presidência da República", porém, destacou que não era possível comprovar o envolvimento do governador com a propaganda.


Segundo a legislação, propagandas eleitorais são permitidas apenas a partir do dia 5 de julho.

 

Leia Também

'Olha ele, olha ele': Ricardo Salles chama Rodrigo Maia de 'Nhonho'
Geral
'Olha ele, olha ele': Ricardo Salles chama Rodrigo Maia de 'Nhonho'
Vídeo: Pedro Kemp surta, xinga e agride candidata à vereadora pelo PT
Cidade Morena
Vídeo: Pedro Kemp surta, xinga e agride candidata à vereadora pelo PT
Candidatos destacam servidores públicos, transporte e saúde em horário eleitoral da noite
Cidade Morena
Candidatos destacam servidores públicos, transporte e saúde em horário eleitoral da noite
Réu por matar e sumir com corpo de Grazi vai à Júri popular em Campo Grande
Cidade Morena
Réu por matar e sumir com corpo de Grazi vai à Júri popular em Campo Grande